Como chefes de domicílio: petições de mulheres em São Paulo (1716-1814)

dc.contributor.advisorSlemian, Andréa
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0404099413276302pt_BR
dc.contributor.authorSilva, Letícia Rohrer Siqueira [UNIFESP]
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/4236080705057722pt_BR
dc.coverage.spatialGuarulhospt_BR
dc.date.accessioned2022-08-24T17:09:38Z
dc.date.available2022-08-24T17:09:38Z
dc.date.issued2022-08-02
dc.description.abstractEsta monografia tem por objetivo analisar as petições de mulheres, enviadas pelo Conselho Ultramarino em São Paulo, durante os anos de 1716 e 1814. Essas petições são protagonizadas por viúvas em sua maioria, mulheres casadas e mulheres solteiras. Nossa análise consiste em entender o teor e as argumentações que eram feitas nessas petições para que essas mulheres conseguissem o que pleiteavam e como se mostrava este caminho peticionário em busca de uma resposta régia, e que podia fazer frente aos poderes locais existentes na capitania. Utilizar desta documentação nos revela não só a forma como os súditos no Atlântico poderiam estabelecer uma comunicação com o rei na Península Ibérica, mas também entender como essas mulheres poderiam obter determinada ação social em meio a subalternidade inerente a sua figura na época.pt_BR
dc.description.abstractThis monograph aims to analyze the petitions of women, sent by the Overseas Council in São Paulo, during the years of 1716 and 1814. These petitions are mainly carried out by widows, married women and single women. Our analysis consists of understanding the content and arguments that were made in these petitions so that these women could get what they were asking for and how this petitioner's path in search of a royal answer was shown, and which could face the existing local powers in the captaincy. Using this documentation reveals not only how the subjects in the Atlantic could establish communication with the king in the Iberian Peninsula, but also how these women could obtain a certain social action amid the subalternity inherent to their figure at the time.pt_BR
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)pt_BR
dc.description.sponsorshipID2020/ 14081-6pt_BR
dc.emailadvisor.customandrea.slemian@gmail.compt_BR
dc.format.extent146 f.pt_BR
dc.identifier.citationSILVA, Letícia Rohrer Siqueira. Como chefes de domicílio: petições de mulheres em São Paulo (1716- 1814). 2022. 146 f. Dissertação (Monografia em História). Escola de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo, Guarulhos, 2022.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/65387
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectMulherespt_BR
dc.subjectDireitopt_BR
dc.subjectTutoriapt_BR
dc.subjectPetiçõespt_BR
dc.subjectSão Paulopt_BR
dc.subjectPeríodo Colonialpt_BR
dc.titleComo chefes de domicílio: petições de mulheres em São Paulo (1716-1814)pt_BR
dc.title.alternativeAs heads of households: petitions from women in São Paulo (1716-1814)pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de curso de graduaçãopt_BR
unifesp.campusEscola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH)pt_BR
unifesp.graduacaoHistóriapt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
Monografia- Letícia- FINAL 2.pdf
Tamanho:
911.17 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
license.txt
Tamanho:
5.69 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição:
Coleções