Autorregulação emocional e variabilidade da frequência cardíaca em adolescentes: revisão sistemática

dc.contributor.advisorCardoso, Thiago da Silva Gusmão [UNIFESP]
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3278338196915403pt_BR
dc.contributor.authorCosta, Aron Gomes da [UNIFESP]
dc.date.accessioned2022-10-25T17:12:11Z
dc.date.available2022-10-25T17:12:11Z
dc.date.issued2021-12-01
dc.description.abstractIntrodução: Tendo em vista a difusão de práticas diagnósticas atualizadas acerca da autorregulação emocional em adolescentes, esta pesquisa reapresenta e aprofunda o conhecimento sobre a associação entre concomitantes fisiológicos e transtornos de humor. Objetivo: O objetivo principal da pesquisa foi revisar sistematicamente a literatura referente à autorregulação emocional e à variabilidade da frequência cardíaca em adolescentes, em condições normais e psicopatológicas do humor e ansiedade. Métodos: A metodologia utilizada foi a revisão sistemática da literatura, tendo sido consultadas as bases de dados Lilacs, PubMed e Web of Science. Resultados: Os estudos analisados indicam que a variação de gênero é relevante para a indexação de VFC em crianças, sendo o sexo feminino mais responsivo às análises de variabilidade, bem como a alta frequência mais adequada para a investigação sobre concomitantes psicofisiológicos desta natureza. Pode-se defender a presença de menor VFC nos transtornos de humor, ainda que apenas casos extremos apresentem viabilidade no uso diagnóstico deste marcador fisiológico. A associação entre VFC e as estratégias de regulação emocional em populações mais jovens é inconclusiva e carece de mais estudos. Fatores adicionais, tais como risco cardiovascular, pressão arterial sistólica, transtornos do sono, diabetes e obesidade detêm o potencial de produzir grandes alterações em respostas fisiológicas como a VFC, as quais não estão necessariamente ligadas aos transtornos de humor, ou à utilização de autorregulação emocional adaptativa. Conclusões: Constatou-se que há uma base muito restrita de estudos voltados a população jovem que analisaram a associação entre medidas de VFC e autorregulação adaptativa na população jovem com ou sem transtornos de humor, ainda que a ocorrência dos mesmos nessa população seja uma preocupação crescente nos sistemas de saúde.pt_BR
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamentopt_BR
dc.emailadvisor.customthiago_gusmao1@hotmail.compt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/65798
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectRegulação emocionalpt_BR
dc.subjectConcomitantes psicofisiológicospt_BR
dc.subjectAdolescênciapt_BR
dc.subjectVariabilidade da frequência cardíacapt_BR
dc.titleAutorregulação emocional e variabilidade da frequência cardíaca em adolescentes: revisão sistemáticapt_BR
dc.typeDissertação de mestradopt_BR
unifesp.campusEscola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH)pt_BR
unifesp.graduateProgramEducação e Saúde na Infância e na Adolescênciapt_BR
unifesp.researchAreaSaúde e desenvolvimento humanopt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
AUTORREGULAÇÃO EMOCIONAL E VARIABILIDADE DA FREQUÊNCIA CARDÍACA EM ADOLESCENTES REVISÃO SISTEMÁTICA.pdf
Tamanho:
875.43 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
license.txt
Tamanho:
5.71 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: