Hiper-homocisteinemia materna e alteracoes epigeneticas na programacao fetal de genes envolvidos na etiopatogenese da doenca de Alzheimer

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2012
Autores
Silva, Vanessa Cavalcante [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Estudos epidemiologicos e experimentais indicam que o ambiente fetal e neonatal exerce influencia sobre as funcoes fisiologicas e podem aumentar o risco de desenvolvimento de doencas cronicas na vida adulta. Acredita-se que a nutricao pode exercer esse papel atraves da programacao da expressao genica. Na rota metioninahomocisteina grupamentos metila sao disponibilizados, entre outros fins, para metilacao de DNA e proteinas e este fluxo e sensivel ao fornecimento de aminoacidos e vitaminas. O objetivo geral deste trabalho foi verificar se a hiper-homocisteinemia materna, gestacional ou gestacional/lactacional, em camundongos femeas submetidos a dieta deficiente em doadores metila, interfere na programacao da expressao genica da prole em relacao aos genes App, Ps1 e Bace1 envolvidos na etiopatogenese da Doenca de Alzheimer. Femeas da linhagem Swiss foram submetidas um mes antes e durante toda prenhez e lactacao a dieta padrao (n=14) ou deficiente nas vitaminas riboflavina, acido folico, cobalamina e em colina (n=14). Ao nascimento, os filhotes foram organizados em tres grupos: controle (CT); deficiente gestacao e lactacao (DGL); deficiente gestacao (DG), mas no periodo lactacional foram amamentados por maes controles. Apos o desmame, todos os filhotes receberam dieta padrao. A eutanasia foi realizada nos dias pos-natal 0 (DPN0), DPN28, DPN90 ou DPN210. As concentracoes plasmaticas de homocisteina, cisteina, glutationa total (GSHt) e cerebrais de SAM (S-adenosilmetionina), S-adenosil-homocisteina (SAH) e GSH foram dosadas por cromatografia liquida de alto desempenho. As medidas plasmaticas de folato, cobalamina e a metilacao global de DNA foram realizadas por imunoensaio. A quantificacao da expressao genica foi realizada por PCR em tempo real. No DPN0 observou-se nas femeas e machos do grupo DG uma diminuicao da razao SAM/SAH comparada ao controle. Nas femeas, houve uma diminuicao da expressao dos genes App e Bace1, e nos machos de App e Ps1, ambos no grupo DG em relacao ao controle. No DPN28, observou-se nas femeas e machos DGL, comparados aos CT e DG, uma diminuicao da razao GSH/GSSG (GSH oxidada) em cortex cerebral e na cobalamina plasmatica, e aumento da homocisteina plasmatica. Nas femeas houve tambem um aumento da expressao dos genes App, Bace1 e Ps1 no DGL comparado ao CT e nos machos, uma diminuicao da expressao dos genes App e Ps1 nos grupos DG e DGL em relacao ao CT. No DPN90 nao houve mudancas bioquimicas nas femeas, contudo nos machos DGL foi observado um aumento plasmatico de folato. Em relacao a expressao genica, as femeas apresentaram um aumento da expressao do Bace1 quando comparado o DGL ao DG e CT. No DPN210, as femeas nao apresentaram mudancas bioquimicas ou de expressao genica. Os machos apresentaram apenas uma diminuicao da GSH plasmatica no DG e DGL comparado ao CT e diminuicao da SAM em cortex cerebral no DGL quando comparado ao CT e DG. Concluimos que apesar de no DPN210 nao serem mais observadas alteracoes no padrao de expressao dos genes App, Bace1 e Ps1, uma dieta deficiente durante a gestacao e gestacao/lactacao altera varios parametros bioquimicos e de expressao genica, mantidos mesmo apos a mudanca para uma dieta padrao, indicando que a defiCiência precoce de doadores metila interfere na programacao epigenetica da prole
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2012. 91 p.