Saúde mental e violência entre estudantes da sexta série de um município paulista

dc.contributor.authorPaula, Cristiane Silvestre de [UNIFESP]
dc.contributor.authorVedovato, Márcia S
dc.contributor.authorBordin, Isabel Altenfelder Santos [UNIFESP]
dc.contributor.authorBarros, Márcia G S M
dc.contributor.authorD'antino, Maria Eloísa F
dc.contributor.authorMercadante, Marcos Tomanik [UNIFESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Presbiteriana Mackenzie Programa de Pós-graduação em Distúrbios do Desenvolvimento
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.date.accessioned2015-06-14T13:38:36Z
dc.date.available2015-06-14T13:38:36Z
dc.date.issued2008-06-01
dc.description.abstractOBJECTIVE: To analyze risk and protective factors for mental health problems among adolescents. METHODS: Cross-sectional study with a random sample (N=327; attrition rate=6.9%) of sixth grade students from all public and private schools in the city of Barretos, Southeastern Brazil, conducted in 2004. The factors studied were: exposure to intrafamilial and urban violence, family socioeconomic level, sex, motherless household, participation in social activities (protective factor). All the independent risk and protective factors were included in the initial logistic regression model. Only the variable with a significance level of p<0.05 remained in the model. RESULTS: It was observed that exposure to violence was the only factor associated with mental health problems in the final logistic regression model (p=0.02, 95% CI: 1.12;4.22). In addition, adolescents exposed to intrafamilial violence were three times more likely to have problems than those exposed to urban violence (p=0.04; 95% CI: 1.03;7.55). CONCLUSIONS: Intrafamilial violence was associated with mental heath problems among adolescents studied and it could be more important than urban violence in medium-sized cities.en
dc.description.abstractOBJETIVO: Analisar fatores de proteção e de risco para problemas de saúde mental entre adolescentes. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com amostra aleatória (N=327; perda=6,9%) de estudantes da sexta série de todas as escolas públicas e privadas de Barretos, SP, em 2004. Os fatores examinados foram: exposição à violência doméstica e urbana, nível socioeconômico familiar, sexo, morar sem a mãe, participar de atividades sociais (fator de proteção). As associações entre esses fatores e problemas de saúde mental foram analisadas por meio de modelos de regressão logística. Todos os fatores de risco e proteção independentes foram incluídos no modelo inicial de regressão logística, permanecendo no modelo final apenas a variável com nível de significância inferior a 0,05. RESULTADOS: Verificou-se que apenas exposição à violência permaneceu no modelo final como fator associado a problemas de saúde mental (p=0,02; IC 95%: 1,12;4,22). Crianças expostas à violência doméstica tinham três vezes mais chances de apresentarem estes problemas do que aquelas expostas à violência urbana (p=0,04; IC 95%: 1,03;7,55). CONCLUSÕES: A violência doméstica associou-se a problemas de saúde mental nos adolescentes do estudo, podendo ser mais importante que a violência urbana em cidades de médio porte.pt
dc.description.affiliationUniversidade Presbiteriana Mackenzie Programa de Pós-graduação em Distúrbios do Desenvolvimento
dc.description.affiliationUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP) Departamento de Psiquiatria Setor de Psiquiatria Social
dc.description.affiliationUNIFESP Departamento de Psiquiatria Unidade de Psiquiatria da Infância e Adolescência
dc.description.affiliationUnifespUNIFESP, Depto. de Psiquiatria Setor de Psiquiatria Social
dc.description.affiliationUnifespUNIFESP, Depto. de Psiquiatria Unidade de Psiquiatria da Infância e Adolescência
dc.description.sourceSciELO
dc.format.extent524-528
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102008005000027
dc.identifier.citationRevista de Saúde Pública. Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, v. 42, n. 3, p. 524-528, 2008.
dc.identifier.doi10.1590/S0034-89102008005000027
dc.identifier.fileS0034-89102008000300019.pdf
dc.identifier.issn0034-8910
dc.identifier.scieloS0034-89102008000300019
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4432
dc.language.isopor
dc.publisherFaculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
dc.relation.ispartofRevista de Saúde Pública
dc.rightsAcesso aberto
dc.subjectAdolescenten
dc.subjectMental Healthen
dc.subjectViolenceen
dc.subjectRisk Factorsen
dc.subjectSocioeconomic Factorsen
dc.subjectCross-Sectional Studiesen
dc.subjectAdolescentept
dc.subjectSaúde Mentalpt
dc.subjectViolênciapt
dc.subjectFatores de Riscopt
dc.subjectFatores Socioeconômicospt
dc.subjectEstudos Transversaispt
dc.titleSaúde mental e violência entre estudantes da sexta série de um município paulistapt
dc.title.alternativeMental health and violence among sixth grade students from a city in the state of São Pauloen
dc.typeArtigo
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
S0034-89102008000300019.pdf
Tamanho:
111.58 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição: