O Brasil na ONU: o movimento para a reforma do Conselho de Segurança no Governo Lula

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2021-01-27
Autores
Longo, Luisa Bastos [UNIFESP]
Orientadores
Souza, Ismara Izepe de [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Esse trabalho busca estudar o engajamento do Brasil nos esforços para a reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU) e para a conquista de uma vaga permanente no mesmo, por meio da compreensão dos interesses e elementos que levaram o país a ativa participação nas discussões da questão junto ao G-4 (Índia, Japão, Alemanha e Brasil) e de como esse movimento se desenrolou. O recorte cronológico e enfoque da pesquisa é o período dos dois mandatos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010), um dos momentos em que a questão da reforma do CSNU ganha força no cenário internacional e doméstico brasileiro. Para tanto, será usada como metodologia uma abordagem hipotético-dedutiva e de objetivo de estudo explicativo, utilizando-se de dados primários e secundários. Como resultado desta pesquisa, foi possível perceber que a busca pelo prestígio internacional e a consolidação do país como potência média regional foram os principais motivos que levaram o Brasil a participação no movimento e a candidatura a um assento permanente no Conselho.
This article intends to study the participation of Brazil in the debates surrounding the reform of the United Nations Security Council (UNSC) and the efforts the country made to earn a permanent seat in the same Council. In order to achieve this goal, this article explored what interests and elements guided Brazil in its quest towards the permanent seat and the reform of the UNSC and the reasons behind joining the G-4 (India, Japan, Germany and Brazil). This paper also analyzes how the reform movement evolved. The period chosen for this research consists of the ex-president Luiz Inácio Lula da Silva two presidential terms (2003-2010), which was one of the occasions where the issue of the UNSC reform gained momentum, both internationally and in Brazil. The methodology used in this paper consists of a hypothetical and deductive approach. Primary and secondary data has been used to gather information for this research. As for the results of this study, it has been found that what led Brazil to join the reform campaign and pursue a permanent seat in the Council was the search for international recognition and the country’s consolidation as a regional power.
Descrição
Citação
LONGO, Luisa Bastos. O Brasil na ONU: o movimento para a reforma do Conselho de Segurança no Governo Lula. 2021. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Atuariais) - Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Política, Economia e Negócios, Osasco, 2021.