Estudo do indice do liquido amniotico em gestantes com hipertensao arterial e sua relacao com a vitalidade feral e resultados perinatais

dc.contributor.authorProvinciato, Alexandre [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:01:02Z
dc.date.available2015-12-06T23:01:02Z
dc.date.issued2000
dc.description.abstractA associacao de hipertensao na gravidez faz-se acompanhar de elevado riscos matemos e fetais. O objetivo deste trabalho foi estudar o indice do liquido amniotico atraves da tecnica ultra-sonografica dos quatro quadrantes em gestante com hipertensao arterial e sua relacao com a vitalidade fetal e resultados perinatais. Realizamos estudo prospectivo em cento e cinquenta e uma pacientes. Os criterios de exclusao foram : (1) doencas maternas outras que possam ser responsabilizadas por alteracoes no liquido amniotico e pressao arterial; (2) exposicao a drogas; (3) infeccoes pre-natals-. (4) anomalias estruturais detectadas no feto ou no recem-nascido; (5) rotura prematura das membranas- (6) gemelidade; (7) perda de seguimento, ou seja, parto em outro servico. As gestantes foram divididas em tres grupos, de acordo com o resultado do indice do liquido amniotico : grupo I, abaixo do percentil 2,5 (oligoidramnio); grupo 2, entre os percentis 2,5 e 5 (indice do liquido amniotico diminuido)- grupo 3, entre os percentis 5 e 95 (normal). Foram aplicados os testes do qui-quadrado (x2) para tabelas de contingencia, com a finalidade de comparar os tres grupos em relacao as frequencias com que ocorreram as diversas caracteristicas estudadas. Houve associacao entre oligoidramnio e as alteracoes nos exames de avaliacao da vitalidade fetal: cardiotocografia anterparto ou intraparto e dopplervelocimetria da arteria umbilical. Encontrou-se relacao entre oligoidramnio e os seguintes resultados perinatals adversos :pre-termo, peso ao nascimento inferior a 25Og; recem-nascidos pequenos para a idade gestacional; indice de Apgar menor que sete no primeiro minuto; morbidade perinatal; tempo de permanencia no bercario maior ou igual a sete dias; liquido amniotico meconial; parto cesarea; parto cesarea por sofrimento fetal e sofrimento fetal anteparto ou intraparto. Os resultados demonstram que os fetos de gestantes hipertensas com associacao de oligoidramnio sao potencialmente susceptiveis a hipoxia, principalmente durante o periodo intraparto e tendem a apresentar sinais de asfixia apos o nascimentopt
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-12-06T23:01:02Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2000en
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
dc.format.extent94 p.
dc.identifier.citationSão Paulo: [s.n.], 2000. 94 p. ilustab.
dc.identifier.fileepm-016631.pdf
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16867
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectLíquido Amnióticopt
dc.subjectHipertensãopt
dc.titleEstudo do indice do liquido amniotico em gestantes com hipertensao arterial e sua relacao com a vitalidade feral e resultados perinataispt
dc.title.alternativeAmniotic fluid index study in hypertensive pregnents and its relationship with fetal well-being and perinatal outcomeen
dc.typeTese de doutorado
unifesp.campusUniversidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicinapt
Arquivos
Coleções