I Write Gender Not Politics: como o emo da década de 2000 questionou estruturas de identidade e gênero (mas não políticas)

dc.contributor.advisorQuinalha, Renan Honório [UNIFESP]
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5338802143300383pt_BR
dc.contributor.authorCorreia, Júlia Goularte [UNIFESP]
dc.date.accessioned2024-01-10T14:21:33Z
dc.date.available2024-01-10T14:21:33Z
dc.date.issued2023
dc.description.abstractA globalização não difundiu apenas modos de produção e fluxos mundo afora; houve também uma exportação e imposição de formas de ser e viver, de se identificar e portar. A cultura emo surge do coração dos centros capitalistas, dos filhos daqueles que definiram os padrões sociais, como uma resposta às restrições de suas vidas - especialmente seus gêneros. Com uma estética caracteristicamente escura, voltada para a introspecção e a análise e catarse dos próprios sentimentos, e uma comunidade de fãs que ainda vive, e que esteve presente para a expansão da internet e dos mundos virtuais, o emo marcou gerações que, em retrospecto, enxergariam essa “fase” com embaraço. Por seu teor não-confrontacional e apelativo para grandes massas, o emo encontrou limites em seu poder de impactar o mundo, e passou a ser uma identidade comercializável que, no entanto, trouxe mudanças para toda a sociedade, especialmente sobre como expressam a própria identidade - de gênero, sexual ou em sentidos mais amplos -, no mundo e interagem com outras formas de ser e viver. O presente estudo pretende entender o impacto do emo da década de 2000 na compreensão de gênero de seus jovens fãs, além de avaliar como e até que ponto seu formato o encaixou - e o limitou - aos moldes culturais do modelo neoliberal.pt_BR
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamentopt_BR
dc.emailadvisor.customrenan.quinalha@unifesp.brpt_BR
dc.format.extent29 f.pt_BR
dc.identifier.citationCorreia, Júlia Goularte. I Write Gender Not Politics: como o emo da década de 2000 questionou estruturas de identidade e gênero (mas não políticas). 2023. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Política, Economia e Negócios, Osasco, 2023.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/70338
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectEmopt_BR
dc.subjectEstudos de gêneropt_BR
dc.subjectIdentidadept_BR
dc.subjectNeoliberalismopt_BR
dc.subjectTeoria queerpt_BR
dc.titleI Write Gender Not Politics: como o emo da década de 2000 questionou estruturas de identidade e gênero (mas não políticas)pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de curso de graduaçãopt_BR
unifesp.campusEscola Paulista de Política, Economia e Negócios (EPPEN)pt_BR
unifesp.graduacaoRelações Internacionaispt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
TCC - Júlia Goularte Correia.pdf
Tamanho:
350.62 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
license.txt
Tamanho:
5.74 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: