Fluxos e níveis de conhecimento na gestão dos convênios do departamento de oftalmologia de UNIFESP

dc.audience.educationlevelMestrado
dc.contributor.advisorScarpi, Marinho Jorge [UNIFESP]
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/4849663856118153pt_BR
dc.contributor.authorBarbosa, Beatriz Candida [UNIFESP]
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/4604411599054127pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt_BR
dc.coverage.spatialSão Paulopt_BR
dc.date.accessioned2018-07-27T15:50:28Z
dc.date.available2018-07-27T15:50:28Z
dc.date.issued2016-11-29
dc.description.abstractResearchers need to know how to raise funds and provide public and private funding to efficiently manage their projects. This study aims to verify the knowledge of the researchers of the Department of Ophthalmology and Visual Sciences of the Paulista School of Medicine - UNIFESP about fundraising and accountability in public and private instances and Training and training to use these (the individual himself, The institution or department of origin). The included population consisted of 16 volunteers distributed among project coordinators, responsible for accountability of covenants, and expense officers of the selected department. This selection was due to the convenience of the researcher. The methodology used was the application of a questionnaire, prepared for this study to evaluate the opinion of the researchers about their knowledge about the determinations provided in the legislations of the State, Municipal, Federal and other organs of development that must follow a specific law through agreements Agreed with the Department / University. The questionnaires were sent to 23 supervisors of a postgraduate program of the selected department and returned 16. The results obtained through the 16 questionnaires were tabulated for: experience in fundraising, knowledge of resource use rules, and As to who is entitled to the training and training to use these (the individual, the institution or department of origin). In the sample, 68.75% of statutory volunteers were identified, and the others were distributed among the clerk (12.5%) and others (01 affiliated teachers and 02 unresponsive teachers). The working time experience of most of the volunteers was 10 years or higher, being 87.5% in the department and 75% in UNIFESP. In terms of fundraising, all of them had experience in at least one type of institution, including private ones (Abbot, Summit, Rotary Club, Pharmaceutical Industry, American Enterprise), among them public (Federal- CAPES, FNS, CNPQ, Ministry of Health and State - FAPESP) , Bayer). With regard to the knowledge of resource use rules of project preparation, 10 responses were fully found (62.5%), 05 responses reasonably (31.25%) and only one response is unknown. Regarding the training and training on the agreements, there was a consensus that it should exist, being the responsibility of the development agencies and / or university. It is worth mentioning that there is an ignorance of the respondents about the services provided by UNIFESP in the agreement department (43.75%); As well as the analysis department of accounts / contracts and agreements (43.75%); And budget management department (68.75%). Regarding accountability, the majority replied that they know fully or reasonably. However, there was a high occurrence of ignorance about the competence and attributions of the external control bodies such as the General Comptroller of the Union and the Federal Audit Court that carry out the external supervision of the proper application of public resources. There was a lack of knowledge about the existence of some internal departments of UNIFESP (budget department, accountability analysis department, department of agreements and Permanent Process Commission). In conclusion, the researchers are aware of the processes for managing agreements, but are unaware of the existence of UNIFESP internal departments (budget department, accountability analysis department and covenants department) that could help with doubts about project design and delivery. accounts. Given the results obtained, the final product of this study will be the preparation of a primer containing the basic information necessary to assist the researcher in the management of his / her covenant.en
dc.description.abstractPesquisadores necessitam conhecer a forma de captação de recursos e prestação de contas de verbas públicas e privadas para gerenciarem eficientemente seus projetos. Este trabalho tem por objetivo verificar o conhecimento dos pesquisadores do Departamento de Oftalmologia e Ciências Visuais da Escola Paulista de Medicina- UNIFESP sobre a captação de recursos e prestação de contas nas instâncias públicas e privadas e Capacitação e treinamento para utilização desses (ao próprio indivíduo, a instituição ou departamento de origem). A população incluída foi constituída por 16 voluntários distribuídos entre coordenadores de projetos, responsáveis por prestação de contas de convênios e ordenadores de despesas do departamento selecionado. Esta seleção se deveu por conveniência da pesquisadora. A metodologia utilizada foi aplicação de questionário, elaborado para este estudo para avaliar a opinião dos pesquisadores quanto ao seu conhecimento sobre as determinações previstas em legislações dos órgãos Estaduais, Municipais, Federais e outros órgãos de fomentos que devam seguir uma lei específica por meio de convênios pactuados com o Departamento/Universidade. Os questionários foram encaminhados para 23 orientadores de um programa de pós-graduação do departamento selecionado e retornaram 16. Os resultados obtidos por meio dos 16 questionários, foram tabulados quanto a: experiência em captação de recursos, conhecimento das regras de utilização de recursos, e quanto a quem cabe a capacitação e treinamento para utilização desses (ao próprio individuo, a instituição ou departamento de origem). Na amostra foram identificados 68,75% de voluntários estatutários, e os demais distribuídos entre celetista (12,5%) e outros (01 professores afiliado e 02 sem resposta). A experiência de tempo de trabalho da maioria dos voluntários foi de 10 anos ou superior, sendo 87,5% no departamento e 75% na UNIFESP. Quanto à captação de recursos todos apresentavam experiência em pelo menos um tipo de instituição dentre as públicas (Federal- CAPES, FNS, CNPQ, Ministério da Saúde e Estadual - FAPESP), privadas (Abbot, Summit, Rotary Clube, Indústria Farmacêutica, Empresa Americana, Bayer). No que diz respeito ao conhecimento de regras de utilização de recursos da elaboração de projetos foram encontradas 10 respostas plenamente (62,5%), 05 respostas razoavelmente (31,25%)e apenas uma resposta desconhece. Em relação à capacitação e treinamento sobre os convênios houve um consenso de que deveria existir, sendo de responsabilidade dos órgãos de fomento e/ou universidade. Vale ressaltar que há um desconhecimento dos respondentes sobre os serviços prestados pela UNIFESP no departamento de convênio da (43,75%); bem como pelo departamento de análise de prestação de contas/contratos e convênios (43,75%); e departamento de gestão orçamentária (68,75%). Em relação à prestação de contas, a maioria respondeu que conhece plenamente ou razoavelmente. No entanto, houve uma elevada ocorrência de desconhecimento sobre a competência e atribuições dos órgãos externos de controle como a Controladoria Geral da União e Tribunal de Contas da União que fazem a fiscalização externa da boa aplicação dos recursos públicos. Houve elevado desconhecimento sobre a existência de alguns departamentos internos da UNIFESP (departamento orçamentário, departamento de análise de prestação de contas, departamento de convênios e Comissão Processante Permanente). Concluindo os pesquisadores conhecem os processos para a gestão de convênios, porém desconhecem a existência de departamentos internos da UNIFESP (departamento orçamentário, departamento de análise de prestação de contas e departamento de convênios) que poderiam auxiliar nas dúvidas sobre a elaboração de projetos e prestação de contas. Diante dos resultados obtidos, o produto final deste estudo será a elaboração de uma cartilha contendo as informações básicas necessárias para auxiliar o pesquisador na gestão do seu convênio.pt_BR
dc.description.sourceDados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2013 a 2016)
dc.description.sourceDados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2013 a 2016)
dc.format.extent101 f.
dc.identifierhttps://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4128626pt_BR
dc.identifier.citationBARBOSA, Beatriz Candida. Fluxos e níveis de conhecimento na gestão dos convênios do departamento de oftalmologia de UNIFESP. 2016. 101 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Tecnologia, Gestão e Saúde Ocular) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2016.
dc.identifier.fileBeatriz Candida Barbosa - PDF A.pdf
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46563
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso aberto
dc.subjectCovenantsen
dc.subjectInformation managementen
dc.subjectFederal University of São Pauloen
dc.subjectDepartment of ophthalmologyen
dc.subjectConvêniospt_BR
dc.subjectGestão da informaçãopt_BR
dc.subjectUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.subjectDepartamento de oftalmologiapt_BR
dc.titleFluxos e níveis de conhecimento na gestão dos convênios do departamento de oftalmologia de UNIFESPpt
dc.title.alternativeFlows and levels of knowledge in the management of the agreements of the ophthalmology department of UNIFESPen
dc.typeDissertação de mestrado profissional
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)pt_BR
unifesp.graduateProgramTecnologia, Gestão e Saúde Ocularpt_BR
unifesp.knowledgeAreaCiências da saúdept_BR
unifesp.researchAreaMedicinapt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
Beatriz Candida Barbosa - PDF A.pdf
Tamanho:
3.21 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Dissertação de mestrado