Avaliação da implementação de um programa de intervenção no ambiente alimentar em pequenos comércios de varejo de alimentos localizados em uma região de baixo nível socioeconômico

dc.audience.educationlevelDoutorado
dc.contributor.advisorMartins, Paula Andrea [UNIFESP]
dc.contributor.authorSanches, Lucas Daniel [UNIFESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulopt
dc.date.accessioned2022-07-21T16:53:36Z
dc.date.available2022-07-21T16:53:36Z
dc.date.issued2020-02-10
dc.description.abstractBackground: Intervention at food environment are being described as promising in promoting healthy eating, demonstrated by the increase in the availability of healthy foods, changes in psychosocial factors and improvement in the nutritional status of individuals exposed to those interventions. For the planning, execution and evaluation of interventions to be properly executed, theories are used, among them the Social Cognitive Theory, based on the triadic reciprocity between personal, behavioral and environmental factors. Aim: To evaluate the implementation of an intervention program at food environment in small food retail businesses located in a region of low socioeconomic status. Methods: This is a research with a qualitative and exploratory approach to evaluate an intervention program in the food environment. The program is a quasi-experimental prospective community trial applied to two groups of small food retail businesses, one control (n: 5) and the other intervention (n: 4). The program was divided into 3 phases and 11 sub-phases, with a healthy food being promoted by sub-phase. Social marketing strategies were used (culinary demonstration; tasting; distribution of folders and gifts; use of social networks and signage in stores) to promote healthy foods in food retail stores. The actions were carried out by a pair (interventionist and procedural evaluator) twice a week, for 6 months (11 sub-phases). In addition, a monetary value was distributed to the owners of the stores so that the food promoted in each sub-phase was available for sale. For the evaluation of the implementation of the intervention program, the qualitative research techniques used were: semi-structured interviews, answered by the executing team (n: 3); discussion groups with the field team and interviewers (n: 2) and procedural assessment forms filled out throughout the program. The methodological choice of data analysis was Content Analysis, proposed by Bardin (1977). It is a set of communication analysis techniques that uses systematic and objective procedures to describe the content of messages. The content analysis process takes place in three stages, which are: Pre-analysis; Exploration of the material and Treatment, inference and interpretation of the data. Results and Discussion: The pilot intervention program fulfilled its role of testing the model, explaining the strengths and weaknesses that can be improved by other research groups and or public management. The formative research was important for the proper planning of the intervention, diagnosing the supply chain in the municipality of Santos and understanding the dynamics of food purchases and consumption in the community. The communication materials were considered adequate for the target audience, however their development could have been carried out before the beginning of the actions. The strategies of interactive sessions with the distribution of gifts and tasting proved effective in promoting the foods promoted by the intervention. Social networks were considered underutilized but important to enhance the intervention's actions. Methodologically, the profile of the consumers interviewed in the pre-intervention moment was not the same as that of the post-intervention, making the impact analysis at the consumer level unfeasible. The development of multilevel interventions, involving different actors and partners from the community and public management can be more effective, ensuring the maintenance of long-term impacts. The evaluation from the perspective of the team that developed the pilot program was important for understanding the logistics of all stages of planning, implementing and evaluating interventions in the food environment.en
dc.description.abstractIntrodução: Intervenções no ambiente alimentar estão sendo descritas como promissoras na promoção da alimentação saudável, demonstrado pelo aumento de disponibilidade de alimentos saudáveis, mudanças nos fatores psicossociais e melhora do estado nutricional de indivíduos expostos a estas intervenções. Para que o planejamento, execução e avaliação de intervenções sejam adequadamente executados lança-se mão de teorias, dentre elas a Teoria Social Cognitiva, baseada na reciprocidade triádica entre fatores pessoais, comportamentais e ambientais. Objetivo: Avaliar a implementação de um programa de intervenção no ambiente alimentar em pequenos comércios de varejo de alimentos localizados em uma região de baixo nível socioeconômico. Métodos: Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa e exploratória para avaliar um programa de intervenção no ambiente alimentar. O programa é um ensaio comunitário prospectivo quase experimental aplicado em dois grupos de pequenos comércios de varejo de alimentos, um controle (n: 5) e outro intervenção (n:4). O programa foi distribuído em 3 fases e 11 subfases, sendo promovido um alimento saudável por subfase. Foram utilizadas estratégias de marketing social (demonstração culinária; degustação; distribuição de folders e brindes; utilização de redes sociais e sinalização nos comércios) para promoção de alimentos saudáveis nos comércios de varejo de alimentos. As ações foram realizadas por uma dupla (intervencionista e avaliador processual) duas vezes por semana, durante 6 meses (11 subfases). Além disso, foi distribuído aos proprietários dos comércios um valor monetário para que o alimento promovido em cada subfase estivesse disponível para comercialização. Para a avaliação da implementação do programa de intervenção as técnicas de pesquisa qualitativa utilizadas foram: entrevistas semi-estruturadas, respondidas pela equipe executora (n: 3); grupos de discussão com a equipe de campo e entrevistadores (n:2) e formulários de avaliação processual preenchidos durante todo programa. A escolha metodológica de análise dos dados foi a Análise de Conteúdo, proposta por Bardin (1977). Trata-se de um conjunto de técnicas de análises de comunicações que utiliza procedimentos sistemáticos e objetivos de descrição do conteúdo das mensagens. O processo de análise de conteúdo ocorre em três etapas que são: Pré-análise; Exploração do material e Tratamento, inferência e interpretação dos dados. Resultados e Discussão: O programa piloto de intervenção cumpriu seu papel de testar o modelo, explicitando potencialidades e fragilidades que podem ser aprimorados por outros grupos de pesquisa e ou gestão pública. A pesquisa formativa foi importante para o planejamento adequado da intervenção, diagnosticando a cadeia de abastecimento do município de Santos e compreendendo as dinâmicas de compras e consumo de alimento da comunidade. Os materiais de comunicação foram considerados adequados para o público-alvo, porém seu desenvolvimento poderia ter sido realizado anteriormente ao início das ações. As estratégias de sessões interativas com distribuição de brindes e degustação se mostraram efetivas na promoção dos alimentos promovidos pela intervenção. As redes sociais foram consideradas subutilizadas porém importantes para potencializar as ações da intervenção. Metodologicamente o perfil dos consumidores entrevistados no momento pré-intervenção não foi o mesmo do pós-intervenção, inviabilizando a análise de impacto a nível do consumidor. O desenvolvimento de intervenções multiníveis, envolvendo diversos atores e parceiros da comunidade e da gestão pública podem ser mais efetivas, garantindo a manutenção dos impactos à longo prazo. A avaliação sob a perspectiva da equipe desenvolvedora do programa piloto foi importante para a compreensão da logística de todas as etapas de planejamento, implementação e avalição de intervenções no ambiente alimentar.pt
dc.description.sourceDados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2020)
dc.identifierhttps://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=9382992
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/11600/64575
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectFood Environmenten
dc.subjectInterventionen
dc.subjectSocial Marketingen
dc.subjectEvaluationen
dc.subjectSocial Cognitive Theoryen
dc.subjectAmbiente Alimentarpt
dc.subjectIntervençãopt
dc.subjectMarketing Socialpt
dc.subjectAvaliaçãopt
dc.subjectTeoria Social Cognitivapt
dc.titleAvaliação da implementação de um programa de intervenção no ambiente alimentar em pequenos comércios de varejo de alimentos localizados em uma região de baixo nível socioeconômicopt
dc.typeTese de doutorado
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)pt
unifesp.graduateProgramNutriçãopt
unifesp.knowledgeAreaNutriçãopt
unifesp.researchAreaEpidemiologia Nutricional, Políticas Públicas, Segurança Dos Alimentos E Ambiente Alimentarpt
Arquivos