Expressão e atividade de proteases durante a diferenciação de queratinócitos humanos

dc.contributor.advisorAraujo, Mariana da Silva Araujo [UNIFESP]pt
dc.contributor.authorBranco, Priscila Praxedes Garcia [UNIFESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt
dc.date.accessioned2018-07-30T11:53:40Z
dc.date.available2018-07-30T11:53:40Z
dc.date.issued2013-04-24
dc.description.abstractNa pele normal, os queratinócitos migram do estrato basal para os estratos suprabasais e superficiais da epiderme, seguindo um complexo processo de diferenciação regulado por diversos mecanismos, onde enzimas desempenham um papel crucial. Estudamos a expressão de proteases e suas atividades em queratinócitos da linhagem HaCaT desde um estágio proliferativo até os diferenciados. As células foram cultivadas em meios contendo diferentes concentrações de Ca2+, sem ou com soro fetal bovino (SFB) durante treze dias. As células cultivadas em DMEM + SFB atingiram a diferenciação terminal no tempo estudado. A expressão de enzimas foi analisada por PCR em tempo real e atividade amidolítica foi medida com diferentes substratos FRET e caracterizada por inibidores específicos sintéticos. A expressão de calicreína (hK) 7 e hK5 foi detectada em todo o tempo e as suas atividades foram maiores no dia 9, sobrepondo-se à expressão de citoqueratina 10 e involucrina – um marcador do estrato granuloso. A expressão de catepsina B foi mais pronunciada no dia 6 e a sua atividade foi detectada em todo o curso do processo de diferenciação, indicando que a expressão da enzima ocorre em todas as camadas da epiderme. A maior expressão de catepsina D foi no dia 13 e sua atividade tornou-se relevante a partir do dia 3. Os nossos resultados mostram que a atividade enzimática e o perfil de expressão, nos dias estudados, estão correlacionados com eventos que participam na diferenciação da epiderme humana. Neste contexto, o presente sistema de cultura de células simplificado pode ser utilizado como uma ferramenta eficiente para o estudo da pele humana.pt
dc.description.sourceDados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2013 a 2016)
dc.identifierhttps://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=137870pt
dc.identifier.citationBRANCO, Priscila Praxedes Garcia. Expressão e atividade de proteases durante a diferenciação de queratinócitos humanos. 2013. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2013.
dc.identifier.file2013-0095.pdf
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/48863
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectqueratinócitospt
dc.subjectcélulas hacatpt
dc.subjectcálciopt
dc.subjectdiferenciação celularpt
dc.subjectproliferação celularpt
dc.titleExpressão e atividade de proteases durante a diferenciação de queratinócitos humanospt
dc.typeTese de doutorado
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)pt
unifesp.graduateProgramCiências Biológicas (Biologia Molecular)pt
unifesp.knowledgeAreaCiências biológicaspt
unifesp.researchAreaBioquímicapt
Arquivos