Evidências de validade e normatização da prova de nomeação rápida para crianças pré-escolares brasileiras

dc.audience.educationlevelMestrado
dc.contributor.advisorPuglisi, Marina Leite [UNIFESP]
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8567228391940194
dc.contributor.authorLauletta, Mariana Machado [UNIFESP]
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/7191310863823730
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt_BR
dc.coverage.spatialSão Paulo
dc.date.accessioned2021-01-19T16:32:28Z
dc.date.available2021-01-19T16:32:28Z
dc.date.issued2019-02-28
dc.description.abstractAims: 1) To provide evidence of construct validity using confirmatory factor analysis and verify if the ability to access phonological information on mental lexicon in preschoolers can be similarly assessed by rapid naming tasks using objects and colors; 2) To test for convergent validity by running correlations between children’s performance on Rapid Naming, Phonological Memory and Phonological Awareness tasks; and 3) To standardize the Rapid Naming Test for preschool children using the age-specific reference interval method. Method: We used previously collected data from preschool children’s performance in tests assessing Phonological Processing skills, at the first assessment of a large-scale randomized controlled trial. The sample comprised 582 children aged between 3.6 and 6.1 years (M=4.8; SD=0.6; in the 1st and 2nd kindergarten years). In order to test for construct validity, we employed confirmatory factor analysis using robust maximum likelihood estimator. To test for convergent validity, we ran correlations between children’s performance on Rapid Naming and Phonological Processing tests (Phonological Awareness and non-word repetition). To standardize data, an age-specific reference interval method has been used. Results: Data from confirmatory factor analysis provided strong evidence for construct validity, confirming the theorical model in which Rapid Naming tests using colors and objects contribute equally to the evaluation of rapid access to mental lexicon. Moreover, the two factors were positively and strongly correlated (r=0.801, p-value<0.001). Convergent validity outcomes, on the other hand, demonstrated a weak correlation between children’s performance in Rapid Naming test and Phonological Awareness and Phonological Memory tests. Regarding standardization, there was a reduction in the time spent to perform the task as children’s age increased, for the two types of stimuli. However, the confidence interval for color naming was higher than for objects naming. Conclusion: The study demonstrated evidence of validity for the Rapid Naming test, which used both objects and colors as stimuli. Children showed increase performance with age, which indicates that the standardization process was in fact sensitive to the development of access to mental lexicon abilities.en
dc.description.abstractObjetivos: 1) realizar a validação de construto a partir da Análise Fatorial Confirmatória, para verificar se a habilidade acesso fonológico ao léxico mental em pré-escolares pode ser avaliada igualmente por provas de nomeação rápida de cores e de objetos; 2) testar a validade convergente a partir da correlação entre o desempenho das crianças nas provas de Nomeação Rápida, Consciência Fonológica e Memória Operacional Fonológica, e 3) normatizar a prova de Nomeação Rápida para a população pré-escolar por meio do método de intervalo de referência específico por idade. Método: Para a realização desse estudo, foram utilizados os dados referentes ao desempenho de crianças pré-escolares nas provas de processamento fonológico da amostra pré-intervenção de um ensaio clínico randomizado. Os dados já haviam sido coletados no início da realização desta pesquisa. Amostra foi composta por 582 crianças com idades entre 3,6 e 6,1 anos (M=4,8; DP=0,6 matriculadas nos anos I e II do Ensino Infantil). Para testar a validade de construto, foi utilizada a Análise Fatorial Confirmatória com o estimador de máxima verossimilhança robusta. Para realizar a validade convergente, foi realizada a correlação entre o desempenho das crianças nas provas de Nomeação Rápida (ObjSoma e CorSoma) e nas provas de processamento fonológico (Consciência Fonológica e Repetição de Não-palavras). Para a normatização dos dados, foi utilizado o método de intervalo de referência específico por idade. Resultados: A Análise Fatorial Confirmatória promoveu evidências de validade de construto, confirmando o modelo teórico no qual as provas de nomeação rápida de cores e objetos contribuem igualmente para a avaliação do acesso rápido ao léxico mental. Além disso, os dois fatores se mostraram positiva e fortemente correlacionados (r = 0,801, valor de p <0,001). Já a avaliação da validade convergente, no entanto, demonstrou fraca correlação entre o desempenho nas provas de NR (ObjSoma e CorSoma) e Consciência Fonológica, assim como entre o desempenho na prova de Nomeação Rápida ObjSoma e Memória Operacional Fonológica. Em relação à normatização, nota-se diminuição do tempo de execução da prova ao longo da idade para os dois tipos de estímulos, entretanto, o intervalo de confiança para a nomeação de cores foi maior do que a nomeação de objetos. Conclusão: O estudo demonstrou evidências de validade da prova de NR composta pelas pranchas de objetos e cores. As crianças apresentaram uma melhora do desempenho com a idade, o que indica que o processo de normatização de fato captou o desenvolvimento das habilidades de acesso ao léxico mental.pt_BR
dc.description.sourceDados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2019)
dc.format.extent83 f.
dc.identifierhttps://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=7657499pt_BR
dc.identifier.citationLAULETTA, Mariana Machado. Evidências de validade e normatização da prova de nomeação rápida para crianças pré-escolares brasileiras. 2019. 83f. Dissertação (Mestrado em Distúrbios da Comunicação Humana) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2019.
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/59511
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectDesenvolvimento Infantilen
dc.subjectPsicometriaen
dc.subjectTestes De Linguagemen
dc.subjectPré-Escolaresen
dc.subjectDesenvolvimento Infantilpt_BR
dc.subjectPsicometriapt_BR
dc.subjectTestes De Linguagempt_BR
dc.subjectPré-Escolarespt_BR
dc.titleEvidências de validade e normatização da prova de nomeação rápida para crianças pré-escolares brasileiraspt_BR
dc.title.alternativeEvidence of validity and standardization of the Rapid Naming test for Brazilian preschool childrenen
dc.typeDissertação de mestrado
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicinapt_BR
unifesp.graduateProgramDistúrbios da Comunicação Humana (Fonoaudiologia)pt_BR
unifesp.knowledgeAreaComunicação Humana: Normalidade, Transtornos E Repercussõespt_BR
unifesp.researchAreaDiagnóstico, Prevenção E Intervenção Nos Distúrbios De Linguagem E De Falapt_BR
Arquivos