A mordida na maçã: convergências e divergências nas histórias de vida daquelas que se opuseram à Ditadura Militar

dc.contributor.advisorWelch, Clifford Andrew [UNIFESP]
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9770627655517896
dc.contributor.authorFranco, Paula [UNIFESP]
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1978967993343554
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt
dc.date.accessioned2023-06-07T12:56:41Z
dc.date.available2023-06-07T12:56:41Z
dc.date.issued2013
dc.description.abstractThis senior thesis compares and contrasts the life histories of two women who had a prominent place in the politics of the Left in Brazil in the 1960s: Elizabeth Altina Teixeira - leader of the Peasant Leagues of Paraíba state - and Dulce Maia Souza - art curator and militant member of the Popular Revolutionary Vanguard (VPR). Due to the different life contexts of each woman, the thesis emphasizes in its analysis geographic and social origin, as well as class formation experiences. Although starting from distinct individual circumstances, the stories of these women intersect in the political sphere after both were confronted with establishing their place in situations dominated by men. This process is examined as a case of the female passage from private to public spaces, a journey the research narrative tracts as an increasingly common experience that would influence later the formation of a larger movement.en
dc.description.abstractEsta monografia pretende comparar as trajetória de vida de duas mulheres que tiveram lugar destacado na política das esquerdas na década de 1960: Elizabeth Altina Teixeira – líder das Ligas Camponesas da Paraíba – e Dulce Maia Souza – produtora de arte e militante da Vanguarda Popular Revolucionária (VPR). Devido aos diferentes contextos de vida de cada uma delas, a opção foi debruçar-se por uma análise que considerasse a origem geográfico-social, assim como suas raízes socioeconômicas e experiências de formação de identidade sociopolítica. Ainda que partindo de contextos pessoais sobremaneira distintos, as histórias acabam cruzando-se no que diz respeito a vivência política, afinal ambas colocaram-se em um meio por excelência masculina, até aquele momento. Dessa maneira, é pensando sobre o movimento de saída do espaço privado e busca pela conquista do espaço publico que a narrativa desta pesquisa se desenhou, trazendo a tona um movimento comum – advindo de diferentes contextos – que influenciaria, mais tarde, um movimento maior.pt
dc.format.extent63 p.
dc.identifier.citationFRANCO, Paula. A mordida na maçã: convergências e divergências nas histórias de vida daquelas que se opuseram à Ditadura Militar. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em História) – Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2013.
dc.identifier.fileTCC_paulafranco_CD.pdf
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/67844
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso aberto
dc.subjectDictatorshipen
dc.subjectGenderen
dc.subjectSocial Classen
dc.subjectDitadurapt
dc.subjectGêneropt
dc.subjectClassept
dc.titleA mordida na maçã: convergências e divergências nas histórias de vida daquelas que se opuseram à Ditadura Militarpt
dc.title.alternativeThe bite of the apple: convergences and divergences in past life stories that took place during the Military Dictatorshipen
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
unifesp.campusGuarulhos, Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH)pt
unifesp.graduacaoHistóriapt
Arquivos
Coleções