Paradoxos da corrupção: o segundo discurso de Rousseau

Imagem de Miniatura
Data
2012-08-30
Autores
Oliveira, Higor Fabrício de [UNIFESP]
Orientadores
Rosa Filho, Silvio [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Esta pesquisa pretende analisar a obra Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens, de Jean-Jacques Rousseau. Trata-se, antes de tudo, de situá-la no interior do conjunto das obras deste autor, com vistas a interrogar a dimensão crítica do homem e da sociedade nela presente, em especial, no que concerne à noção de corrupção. Trata-se, em seguida, de interrogar-se acerca de alguns paradoxos presentes no interior da obra, sobretudo na própria noção perfectibilidade e na formulação da ideia de natureza como matriz reguladora. A leitura estrutural da obra acompanhada da leitura de alguns de seus principais comentadores, assim como a atenção dedicada aos campos semânticos e à formulação rousseauniana das problemáticas permitirão, espera-se, melhor discernir o aporte crítico do discurso de Rousseau.
Descrição
Citação
OLIVEIRA, Higor Fabrício de. Paradoxos da corrupção: o segundo discurso de Rousseau. 2012. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2012.
Coleções