Show simple item record

dc.contributor.advisorAndreoli, Sérgio Baxter [UNIFESP]
dc.contributor.authorCaiuby, Andrea Vannini Santesso [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-07-22T20:50:08Z
dc.date.available2015-07-22T20:50:08Z
dc.date.issued2010-08-25
dc.identifier.citationCAIUBY, Andrea Vannini Santesso. Estudo de efetividade de intervenção psicológica de apoio na prevenção de sintomas de transtorno de estresse pós-traumático em pacientes submetidos à sedação e internados em Unidade de Terapia Intensiva. 2010. 111 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9553
dc.description.abstractGoal: To evaluate the effectiveness of support psychological intervention in the prevention of Posttraumatic Stress Disorder (PTSD) in intensive care unit (ICU) sedated patients. Method: Randomized controlled clinical trial (treatment group – G1 and control group – G2). Adult sedated patients in ICU for more than 24 hours and with a history of delusional memories were allocated. The psychological support intervention was based on psychodynamic theory and on cognitive-behavioral techniques, being administered in the ICU. Date regarding the demographic profile, clinical history before commitment, primary traumatic events and actual commitment of patients were collected. After the return of consciousness, the following assessment tools were administered: Care Unit Memory Tool and the Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS) – time 1 (after ICU discharge); Impact Event Scale – Revised (IES-R), Bond´s Defense Style Questionnaire and HADS – time 2 (12 weeks after the return of consciousness) and in time 3 (24 weeks after the return of consciousness). Results: The sample was constituted of 11 patients in G1 and 10 patients in G2. Significant differences between groups were found in regard to the use of anxiolytic in the ICU (p=0.01) and to the intensity of some defensive mechanisms: inhibition (p=0.01), omnipotence (p=0.04) and annulation (p=0.001). The analysis regarding the effects of these variables in the results of the IES in time 3 showed that only omnipotence interfered and treatment group displayed superior means. Conclusion: The psychological intervention was not effective at the end of six months, therefore the indication of such intervention in the context of ICU is not recommended. It is worth of note that the anxiogenic character of the administered intervention is an important variable in the understanding of results and the defense omnipotence is regarded as a protective factor for the development of PTSD symptomatology. Therefore, new studies related to the effectiveness of psychological intervention in ICU for the prevention of PTSD must consider the configuration of psychological phenomenon taking into account the complexity of variables affecting specific clinical contexts.en
dc.description.abstractObjetivo: avaliar a efetividade de intervenção psicológica de apoio na prevenção de Transtorno de Estresse Pós-traumático (TEPT) em pacientes sedados e internados em Unidade de terapia intensiva (UTI). Método: ensaio clínico randomizado (grupo intervenção - GI e controle - GC). Foram alocados pacientes adultos em UTI geral, sedados, por mais de 24 horas, e com memórias ilusórias. A intervenção psicológica de apoio fundamentou-se na teoria psicodinâmica com técnicas cognitivocomportamental, sendo aplicada em UTI. Foram coletados: dados demográficos, histórico clínico prévio à internação, eventos traumáticos primários, dados da atual internação. Após o retorno da consciência, os instrumentos de avaliação foram: Intensive Care Unit Memory Tool e a Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS) - tempo 1 (após a alta da UTI); Impact Event Scale – Revised (IES-R), Bond´s Defense Style Questionnaire e HADS- tempo 2 (12 semanas após o retorno da consciência) e tempo 3 (24 semanas após o retorno da consciência). Resultados: a amostra contou com 11 pacientes no GI e 10 no GC. Os grupos apresentaram diferença significante quanto ao uso de ansiolítico na UTI (p=0,01), bem como aos mecanismos de defesas: inibição (p=0,01), onipotência (p=0,04), formação reativa (p=0,02), negação (p=0,007), isolamento (p=0,04) e anulação (p=0,001). A análise do efeito destas variáveis no resultado da IES no tempo 3 mostrou que apenas a variável onipotência interferiu nos resultados, sendo o grupo intervenção aquele que apresentou média superior. Conclusões: a intervenção psicológica não foi efetiva ao final dos seis meses, não procedendo a indicação desta, no contexto específico de UTI. Vale ressaltar que o possível caráter ansiogênico da intervenção administrada é variante importante na compreensão do resultado, bem como o mecanismo de defesa onipotência demonstrou ser um fator de proteção ao desenvolvimento da sintomatologia de TEPT. Portanto, novas propostas de estudo de efetividade de intervenção psicológica em UTI na prevenção de TEPT devem considerar as configurações dos fenômenos psicológicos diante da complexidade de variáveis atuantes em contexto clínico específico.pt
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.format.extent111 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso aberto
dc.subjectEfetividadept
dc.subjectHipnóticos e sedativospt
dc.subjectPsicologiapt
dc.subjectUnidades de Terapia Intensivapt
dc.subjectTranstorno de estresse pós-traumáticopt
dc.titleEstudo de efetividade de intervenção psicológica de apoio na prevenção de sintomas de Transtorno de Estresse Pós-Traumático em pacientes submetidos à sedação e internados em Unidade de Terapia Intensivapt
dc.title.alternativeEffectiveness study of support psychological intervention in the prevention of Posttraumatic Stress Disorder in intensive care unit sedated patientsen
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.identifier.filePublico-301.pdf
dc.description.sourceTEDE
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)
unifesp.graduateProgramPsiquiatria e Psicologia Médica - EPM


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record