Emissões otoacústicas e medidas de imitância acústica com sonda de 226 e 1000Hz em lactentes com refluxo gastroesofágico

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2010-09-29
Autores
Camboim, Elizângela Dias [UNIFESP]
Orientadores
Azevedo, Marisa Frasson de [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objective: To examine and compare the otoacoustic emissions results evoked by transient stimulus and the acoustic immittance measures in infants with and without gastroesophageal reflux, and associate the otoscopic results with the tympanometric results in 226 and 1000Hz probes. Method: it was carried out an otorhinolaringology evaluation, otoacoustic emission evoked by transient stimulus, tympanometry with 226 and 1000 Hz probe and ipsilateral acoustic reflex in 118 infants, being 63 with gastroesophageal reflux and 55 without referred by pediatricians or Gastroenterology pediatricians, with clinical diagnosis. It was used the masking technique (double blind), in which the evaluator did not know the results of other evaluations Results: There was a higher incidence of failure in TEOAE in infants with bilaterally gastroesophageal reflux. There was also a higher incidence of tympanometric change in the group with reflux gastroesogágico with two types of probe. There was a lower incidence of ipsilateral reflex ( 226 probe) in the group with reflux. Tympanometry with 1000 Hz probe showed higher correlation with the results of otoacoustic emissions and otoscopy. Conclusions: Infants with gastroesophageal reflux showed higher occurrence of acoustic immittance change in both types of probes and failed OAET more than the infants without reflux. There was even greater association between the results of otoscopy with tympanometry 1000Hz probe.
Objetivo: verificar e comparar os resultados das emissões otoacústicas evocadas por estímulo transiente e das medidas de imitância acústica em lactentes com e sem refluxo gastroesofágico e associar os resultados otoscópicos com os resultados timpanométricos nas sondas de 226 e 1000Hz. Método: realizou-se avaliação otorrinolaringológica, emissões otoacústicas evocadas por estímulo transiente, imitanciometria com sonda de 226 e 1000Hz e reflexo acústico ipsilateral em 118 lactentes, sendo 63 com refluxo e 55 sem refluxo gastroesofágico, encaminhados pelo pediatra ou gastropediatra, com diagnóstico clínico. Foi utilizada a técnica de mascaramento (duplo cego), em que o avaliador não sabia os resultados das outras avaliações. Resultados: Houve maior ocorrência de falha nas EOAT no grupo com refluxo gastroesofágico bilateralmente. Também houve maior ocorrência de alteração timpanométrica no grupo com refluxo gastroesogágico com os dois tipos de sonda. Houve menor ocorrência de reflexo ipsilateral (sonda 226Hz) no grupo com refluxo. A timpanometria com sonda de 1000Hz teve maior correlação com os resultados das emissões otoacústicas e otoscopia. Conclusões: lactentes com refluxo gastroesofágico apresentaram maior ocorrência de alteração imitanciométrica nos dois tipos de sonda e falharam mais nas EOAT do que os lactentes sem refluxo. Houve ainda maior associação entre os resultados da otoscopia com a timpanometria na sonda de 1000Hz.
Descrição
Citação
CAMBOIM, Elizângela Dias. Emissões otoacústicas e medidas de imitância acústica com sonda de 226 e 1000Hz em lactentes com refluxo gastroesofágico. 2010. 120 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.