Avaliação imunohistoquímica dos componentes fibrilares da matriz extracelular na fáscia transversal e na bainha anterior do músculo reto abdominal em homens adultos portadores de hérnia inguinal tipo II ou III A de Nyhus

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2009-08-26
Autores
Gonçalves, Rogério de Oliveira [UNIFESP]
Orientadores
Lopes Filho, Gaspar de Jesus [UNIFESP]
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
The possibility of an inguinal hernia in being a manifestation site of a systemic disease of the conjunctive tissue has been considered in the last decades, but this fact has not been fully clarified. In this study we evaluated the participation of fibrillar components from extracellular matrix in the etiopathogenesis of inguinal hernias, through the immune histochemical quantitative assessment of Type-I collagen, Type-III collagen and elastic fibers in transversalis fascia and in the anterior muscle rectus abdominal sheath, of 40 patients, male, ranging in age between 20 and 60 years, patients with inguinal hernia Type-II and III-A of Nyhus and in 10 samples of the transversalis fascia and the anterior muscle rectus abdominal sheath from fresh corpse, males at the same age, with the purpose of identifying possible quantitative changes in one of fibrillar components of extracellular matrix of the two hernias types, compared to individuals without hernias. The technique of stain used was the immunohistochemical and the fibrillar components quantification was performed through a computerized system and software responsible for the processing and analysis of image. Analyzing the results obtained, we infer there were no statistically significant differences of fibrillar components quantity in extracellular matrix of transversalis fascia and in the anterior muscle rectus abdominal sheath between patients with inguinal hernia Type-II and III-A of Nyhus in comparison with individuals without hernia.
A possibilidade de a hérnia inguinal ser a manifestação local de uma doença sistêmica do tecido conjuntivo vem sendo considerada, nas ultimas décadas. Porém este fato não se encontra totalmente esclarecido. Neste estudo avaliamos a participação dos componentes fibrilares da matriz extracelular na etiopatogenia das hérnias inguinais, através da avaliação quantitativa imunohistoquímica do colágeno tipo I, colágeno tipo III e fibras elásticas presentes na fáscia transversal e na bainha anterior do músculo reto abdominal, de 40 pacientes do sexo masculino, na faixa etária entre 20 e 60 anos, portadores de hérnia inguinal tipo II e IIIA de Nyhus e em 10 amostras da fáscia transversal e da bainha anterior do músculo reto abdominal de cadáveres frescos do sexo masculino, na mesma faixa etária, com a finalidade de identificar possíveis alterações quantitativas de um dos constituintes fibrilares em cada um dos dois tipos de hérnias, em comparação com indivíduos sem hérnias. A técnica de coloração foi a imunohistoquímica e a quantificação dos componentes fibrilares foi realizada através de sistema computadorizado e software de processamento e análise de imagem. Analisando os resultados obtidos, concluímos não haver diferenças estatisticamente significantes na quantidade dos componentes fibrilares na matriz extracelular da fáscia transversal e da bainha anterior do músculo reto abdominal entre os pacientes portadores de hérnia inguinal tipo II e IIIA de Nyhus, em comparação com indivíduos sem hérnia.
Descrição
Citação
GONÇALVES, Rogério de Oliveira. Avaliação imunohistoquímica dos componentes fibrilares da matriz extracelular na fáscia transversal e na bainha anterior do músculo reto abdominal em homens adultos portadores de hérnia inguinal tipo II ou III A de Nyhus. 2009. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.