Show simple item record

dc.contributor.advisorSato, Emilia Inoue [UNIFESP]
dc.contributor.authorRibeiro, Sandra Lúcia Euzébio [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-07-22T20:49:28Z
dc.date.available2015-07-22T20:49:28Z
dc.date.issued2009-08-26
dc.identifier.citationRIBEIRO, Sandra Lúcia Euzébio. Auto-anticorpos em pacientes com hanseníase com e sem comprometimento articular, no estado do Amazonas. 2009. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9001
dc.description.abstractObjetivos: Determinar a frequencia de fator reumatoide (FR IgM) e anticorpos antipeptideos citrulinados ciclicos (anti-CCP), antinucleares (AANs), anticitoplasma de neutrofilos (ANCA), anticardiolipina (aCL) e anti-ƒÀ2glicoproteina ƒ§ (anti-ƒÀ2GPƒ§) em pacientes com hanseniase com e sem comprometimento articular, avaliando uma possivel associacao entre estes auto-anticorpos e comprometimento articular, forma clinica, reacao hansenica, alta e tratamento com poliquimioterapia (PQT). Pacientes e Metodos: Foram incluidos 158 pacientes com hanseniase em acompanhamento no Ambulatorio de Dermatologia e Venereologia Fundacao gAlfredo da Matta h em Manaus (AM), no periodo de 06/2004 a 10/2006, sendo 76 com (Grupo ƒ§) e 82 sem comprometimento articular (Grupo ƒ§ƒ§) comparaveis quanto a idade, sexo, forma clinica, reacao e tratamento. O grupo ƒ§ƒ§ƒ§ foi constituido por 129 individuos sadios residentes em Manaus, com distribuicao de sexo e faixa etaria semelhante a dos pacientes. Para a pesquisa dos auto-anticorpos foram utilizadas as tecnicas: aglutinacao com particulas de latex para pesquisa de FR IgM, imunofluorescencia indireta para AANs e ANCA e ELISA para anti-CCP, aCL e anti-ƒÀ2GPƒ§. Resultados: A media de idade do grupo ƒ§ foi 39,8 }15,8 anos e do grupo ƒ§ƒ§ 40,6 }14,8 (p=0,716); 51 pacientes (67,1%) do grupo ƒ§ e 62 (75,6%) do grupo ƒ§ƒ§ eram do sexo masculino (p=0,237). Dentre os 76 pacientes do Grupo ƒ§, 61 tinham artrite e 15, artralgia. Dentre 158 pacientes com hanseniase, 56 (35,4%) apresentavam a forma virchowiana (VV). Episodios reacionais foram igualmente observados nos dois grupos, estando presentes em 24 (31,6%) pacientes do Grupo ƒ§ e em 34 (41,5%) do Grupo ƒ§ƒ§ (p=0,198). A frequencia de anticorpos anti-CCP, FR e AANs nos Grupos ƒ§ e ƒ§ƒ§ foi baixa e semelhante a do Grupo ƒ§ƒ§ƒ§. ANCA nao foi detectado em nenhum dos Grupos. Anticorpos aCL foram mais frequentes nos pacientes com hanseniase (Grupos ƒ§ e ƒ§ƒ§) que em controles sadios (15,8% vs 3,1%; p<0,001), nao sendo observada diferenca entre os Grupos ƒ§ e ƒ§ƒ§ (17,1% vs 14,6%, p=0,671). Anticorpos anti-ƒÀ2GPƒ§ tambem foram mais frequentes em pacientes que em controles (46,2% vs 9,4; p<0,001), sem diferenca significante entre os Grupos ƒ§ e ƒ§ƒ§ (43,4% vs 48,8%, p=0,500). Houve predominio do isotipo IgM em relacao ao IgG tanto para aCL (88% vs 16%, p=0,001) quanto para anti-ƒÀ2GPƒ§ (97,3% vs 12,3%, p<0,001). Nenhum paciente apresentou manifestacoes sugestivas de trombose vascular. Conclusao: A frequencia de anticorpos aCL e anti-ƒÀ2GPƒ§ foi significativamente maior em pacientes com hanseniase que em controles sadios, o que nao foi observada nos demais auto-anticorpos estudados. Nao foi observada associacao entre positividade para os auto-anticorpos estudados e comprometimento articular, presenca de episodios reacionais, alta ou tratamento com PQT, nem com a forma clinica da hanseniase, exceto para anticorpos aCL que foram mais frequentes na forma clinica VV. Embora tenha sido encontrada alta positividade para anticorpos antifosfolipides dependentes de ƒÀ2GPƒ§ nos pacientes com hanseniase, nao houve associacao com fenomenos tromboticos, mostrando que, nestes pacientes, a dependencia a ƒÀ2GPƒ§ nao esta associada a patogenicidade atribuida a estes anticorpospt
dc.format.extent68 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectAmazonaspt
dc.subjectAuto-anticorpospt
dc.subjectComprometimento articularpt
dc.subjectHanseníasept
dc.subjectMycobacterium lepraept
dc.titleAuto-anticorpos em pacientes com hanseníase com e sem comprometimento articular, no estado do Amazonaspt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.identifier.fileRetido-00218.pdf
dc.description.sourceTEDE
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)
unifesp.graduateProgramCiências da Saúde Aplicadas à Reumatologia


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record