Estudo transversal sobre o uso de risco de álcool em uma amostra de estudantes de uma universidade federal brasileira

Imagem de Miniatura
Data
2014-12-01
Autores
Silva, Érika Correia
Tucci, Adriana Marcassa [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objective To evaluate the pattern of alcohol consumption among students in a Brazilian federal university that is part of the Support Program for Planning, Restructuring and Expansion of Federal Universities (REUNI) and identify the groups most exposed to problems related to alcohol use and associated factors. Methods It is characterized as a descriptive, quantitative and cross-sectional study. Seven hundred and eighty-seven students from a Brazilian federal university were evaluated by a socio-demographic questionnaire and by The Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT). Results Eighty-two point nine percent of students were low-risk drinkers and 17.1% were high-risk drinkers. Correspondence analysis found that male students, students who had no religion, practicing physical activity sporadically and who lived in republics were characterized as belonging to the group of risk in relation to alcohol consumption. Conclusions The results indicate a prevalence of low-risk alcohol consumption among students; and suggest a relationship between a higher risk of alcohol consumption and being male, having no religion, practicing physical activity sporadically and residing in republics. This information should be considered in prevention programs in the university environment.
Objetivo Avaliar o padrão de consumo de álcool entre estudantes de uma universidade federal brasileira que faz parte do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) e identificar os grupos mais expostos a problemas relacionados ao uso de álcool e fatores associados. Métodos Caracteriza-se como um estudo descritivo, quantitativo e de delineamento transversal no qual se aplicou um questionário de caracterização sociodemográfica e o The Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT) em 787 estudantes universitários de uma universidade federal brasileira. Resultados Entre os estudantes, 82,9% se enquadraram no grupo que faz consumo de baixo risco e 17,1%, no grupo que faz um consumo de risco. A análise de correspondência detectou que os estudantes do gênero masculino, os que não possuíam religião, que praticavam atividade física esporadicamente e que residiam em repúblicas se caracterizaram como pertencentes ao grupo de risco em relação ao consumo de álcool. Conclusões Os resultados indicam predominância de consumo de álcool de baixo risco entre os estudantes e sugerem uma relação entre consumo de álcool de maior risco e gênero masculino, não possuir religião, praticar atividade física esporadicamente e residir em repúblicas. Essas informações devem ser consideradas em programas preventivos no ambiente universitário.
Descrição
Citação
Jornal Brasileiro de Psiquiatria. Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro, v. 63, n. 4, p. 317-325, 2014.
Coleções