Impact of oral health on physical and psychosocial dimensions: an analysis using structural equation modeling

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2014-06-01
Autores
Silveira, Marise Fagundes
Marôco, João P.
Freire, Rafael Silveira
Martins, Andréa Maria Eleutério de Barros Lima
Marcopito, Luiz Francisco [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
This study aimed to estimate the prevalence of impact of oral health conditions on physical and psychosocial dimensions among adolescents and to identify factors associated with severity of impact. The impact of oral health status was assessed by the instrument Oral Health Impact Profile (OHIP-14). The covariates were: socioeconomic status, habits and health care, use of dental services, and normative conditions of oral health. Structural equation modeling was performed, and 15.6% of adolescents reported impact in at least one dimension of the OHIP-14. The dimensions that showed the highest prevalence of impact were psychological distress (11.8%) and physical pain (6.6%). The number of teeth needing dental treatment, number of filled teeth, and CPI significantly affected severity of impact. In this adolescent population, unfavorable socioeconomic conditions were associated with reduced use of dental services, associated in turn with precarious oral health conditions and increased severity of impact.
El objetivo de este estudio fue evaluar el impacto de las condiciones de salud bucal en sus dimensiones físicas y psicosociales entre adolescentes. La gravedad del impacto fue tratada como variable latente, medida por medio de un cuestionario Oral Health Impact Profile (OHIP-14). Las covariables fueron: el nivel socioeconómico, los hábitos y el cuidado de la salud, utilización de servicios dentales y condiciones de salud bucal. Se realizó un modelado de ecuaciones estructurales y los modelos fueron estimados por máxima verosimilitud. El efecto del número de dientes con necesidad de tratamiento, número de dientes restaurados y el CPI de la gravedad del impacto fue significativo. En esta población, las condiciones socioeconómicas desfavorables se asocian con una menor frecuencia de uso de los servicios dentales, que están asociadas con malas condiciones de salud oral, y que a su vez se correlacionaban con una mayor gravedad del impacto.
O objetivo deste estudo foi estimar a prevalência do impacto das condições de saúde bucal nas suas dimensões física e psicossocial entre adolescentes, bem como identificar os fatores associados à gravidade do impacto. O impacto das condições de saúde bucal foi avaliado pelo instrumento Oral Health Impact Profile (OHIP-14). As covariáveis foram: condição socioeconômica, hábitos e cuidados com a saúde, uso de serviços odontológicos e condições normativas de saúde bucal. Foi realizada a modelagem de equações estruturais. Quinze vírgula seis por cento dos adolescentes relataram impacto em, pelo menos, uma dimensão do OHIP-14, as dimensões que apresentaram maior prevalência de impacto foram desconforto psicológico (11,8%) e dor física(6,6%). O efeito do número de dentes com necessidade de tratamento, número de dentes restaurados e o CPI sobre a gravidade do impacto foram significativos. A condição socioeconômica desfavorável mostrou-se associada à menor frequência de uso dos serviços odontológicos, que estão associados às precárias condições de saúde bucal, que se relacionaram à maior gravidade do impacto.
Descrição
Citação
Cadernos de Saúde Pública. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, v. 30, n. 6, p. 1169-1182, 2014.
Coleções