Genesis of textural contrasts in subsurface soil horizons in the Northern Pantanal-Brazil

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2013-10-01
Autores
Nascimento, Alexandre Ferreira do
Furquim, Sheila Aparecida Correia [UNIFESP]
Couto, Eduardo Guimarães
Beirigo, Raphael Moreira
Oliveira Júnior, Jairo Calderari de
Camargo, Plínio Barbosa de
Vidal-torrado, Pablo
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
The Pantanal region can be characterized as a quaternary floodplain with predominant sedimentation in the form of alluvial fans. In the geomorphologic and sedimentary evolution, the avulsion process is inherent to this depositional system and its dynamics, together with surface water floods, influence soil sedimentation on this plain. The knowledge and differentiation of these two events can contribute to a better understanding of the variability of soil properties and distribution under the influence of these sedimentation processes. Therefore, this study investigated the genesis of soils in the Northern Pantanal with textural contrasts in deeper horizons and their relationship with the depositional system dynamics. We analyzed four soil profiles in the region of Barão de Melgaço, Mato Grosso State, Brazil (RPPN SESC Pantanal). Two profiles were sampled near the Rio Cuiabá (AP1 and AP4) and two near the Rio São Lourenço (AP10 and AP11). In AP11, the horizons contrast in particle size between the profile basis and the surface. In AP1, AP4 and AP10, the horizons overlaying the sand layer have similar particle size properties, mainly in terms of sand distribution. In the first case, floods (surface water) seem to have originated the horizons and layers with contrasting texture. In the second case, avulsion is the most pronounced process. Therefore, the two modes can form soils with contrasting texture that are discriminable by soil morphology, based on the distinct features associated to the specific sedimentation processes.
O Pantanal caracteriza-se por ser uma planície inundável quaternária, com sedimentação predominantemente na forma de leques aluviais. Na evolução geomorfológica e sedimentar, é inerente a esse sistema deposicional o processo de avulsão, cuja dinâmica, associada aos fluxos de águas superficiais de cheias, impõe diferenças sedimentares importantes nessa planície. O entendimento e a diferenciação desses dois eventos podem ajudar na compreensão da variabilidade dos atributos e da distribuição dos solos associados a esses processos sedimentares. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi estudar a gênese de solos do Pantanal Norte que apresentam contrastes texturais em profundidade e sua relação com a dinâmica do sistema deposicional. Quatro perfis foram estudados na região de Barão de Melgaço, MT (RPPN SESC Pantanal), dois próximos ao rio Cuiabá (AP1 e AP4) e dois próximos ao rio São Lourenço (AP10 e AP11). No AP11, os horizontes apresentam contrastes granulométricos desde a base do perfil até a superfície. No AP1, AP4 e AP10, os horizontes sobrejacentes a uma camada arenosa possuem granulometria semelhante entre si, principalmente na distribuição de areia. No primeiro caso, os fluxos de cheias, ou seja, de águas superficiais, parecem ter originado os horizontes e as camadas contrastantes na textura; no segundo, a avulsão é o processo mais evidente. Dessa forma, as duas vias podem formar solos com contrastes texturais e é possível distingui-los no campo pela morfologia, pois possuem peculiaridades que estão associadas aos processos sedimentares responsáveis pelos depósitos.
Descrição
Citação
NASCIMENTO, Alexandre Ferreira do et al . Genesis of textural contrasts in subsurface soil horizons in the Northern Pantanal-Brazil. Rev. Bras. Ciênc. Solo, Viçosa , v. 37, n. 5, p. 1113-1127, out. 2013