Stent aórtico pulsátil: uma nova alternativa na assistência ventricular crônica

Show simple item record

dc.contributor.author Fonseca, José Honório de Almeida Palma da [UNIFESP]
dc.contributor.author Gaia, Diego Felipe [UNIFESP]
dc.contributor.author Caputi, Guido [UNIFESP]
dc.contributor.author Agreli, Guilherme
dc.contributor.author Breda, João Roberto [UNIFESP]
dc.contributor.author Braile, Domingo Marcolino
dc.contributor.author Buffolo, Enio [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-06-14T13:45:28Z
dc.date.available 2015-06-14T13:45:28Z
dc.date.issued 2013-06-01
dc.identifier http://dx.doi.org/10.5935/1678-9741.20130031
dc.identifier.citation Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular. Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, v. 28, n. 2, p. 217-223, 2013.
dc.identifier.issn 0102-7638
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7806
dc.description.abstract OBJECTIVE: Heart failure is currently one of the most common hospitalization causes. Several chronic circulatory assist devices have been tested and are highly complex. The objective is the description of a pulsatile endoprosthesis capable of applying a chronic pulse within the descending aorta, similar to that produced by intra-aortic balloon. METHODS: Pulsatile stents composed of nickel-titanium were built and positioned to engage latex tubes simulating the aorta. Different electric currents were applied to units connected in series in order to cause structure contraction and displacement of a liquid column. There were two sequence tests: first composed of two metallic cages and the second composed of five cages. At first sequence tests was applied a voltage of 16.3 volts and a current of 5 amperes. In the second, voltage of 15 volts and current of 07 amperes. RESULTS: In the first sequence was obtained the pulsatile effect of stent, with contraction of the tube and displacement of the water column sufficient to validate the pulsating effect of the endoprosthesis. The two structures ejected a volume of 2.6 ml per cycle, with a range of 29 mm in height of the column of water equivalent to 8% shrinkage during the pulse. In the second sequence, it reachead a variation of 7.4 mL per cycle. CONCLUSION: The results obtained confirm the stent pulsatile contractility activated by electrical current. The continuity of the study and material improvement are necessary to obtain more efficient model from the point of view of energy and pulse, to allow ejection volumes comparable with the intra-aortic balloons en
dc.description.abstract OBJETIVO: A insuficiência cardíaca é uma das causas mais comuns de internação. Dispositivos para assistência circulatória crônica foram testados e, em sua maioria, são de alta complexidade. O objetivo deste estudo é a descrição de uma endoprótese contrátil com capacidade de pulsação crônica no interior da aorta descendente, de maneira semelhante à produzida pelo balão intra-aórtico. MÉTODOS: Endopróteses pulsáteis compostas de níquel-titânio foram posicionadas de forma a envolver tubos de látex, simulando a aorta. Diferentes correntes elétricas foram aplicadas a unidades ligadas em série, de modo a causar contração da estrutura e deslocamento de uma coluna líquida. Foram realizadas duas sequências de testes: a primeira com duas gaiolas metálicas e a segunda com cinco gaiolas. Na primeira sequência de testes, aplicou-se tensão de 16,3 volts e corrente de 5 amperes e, na segunda sequência, tensão de 15 volts e corrente de 7 amperes. RESULTADOS: Na primeira sequência de testes, obteve-se o efeito pulsátil dos 2 stents, havendo contração do tubo e deslocamento da coluna d'água suficientes para validar o efeito pulsátil da endoprótese. As duas estruturas ejetaram um volume de 2,6 mL por ciclo, com uma variação de 29 mm na altura da coluna de água, equivalente a 8% de contração durante a pulsação. Na segunda sequência, conseguiu-se uma variação de 7,4 mL por ciclo. CONCLUSÃO: Os resultados obtidos comprovam a contratilidade da endoprótese pulsátil ativada pela aplicação de corrente elétrica. Continuidade do estudo e aperfeiçoamento do material se fazem necessários para obtenção de modelo mais eficiente do ponto de vista energético e com maior pulsação, para permitir volumes de ejeção comparáveis aos de balões intra-aórticos. pt
dc.format.extent 217-223
dc.language.iso por
dc.publisher Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular
dc.relation.ispartof Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular
dc.rights Acesso aberto
dc.subject Heart failure en
dc.subject Aorta en
dc.subject Stents en
dc.subject Insuficiência cardíaca pt
dc.subject Aorta pt
dc.subject Stents pt
dc.title Stent aórtico pulsátil: uma nova alternativa na assistência ventricular crônica pt
dc.title.alternative Pulsatile stent graft: a new alternative in chronic ventricular assistance en
dc.type Artigo
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.contributor.institution Braile Biomédica Divisão Endovascular
dc.contributor.institution Faculdade Estadual de Medicina de Rio Preto
dc.contributor.institution Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
dc.description.affiliation Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.description.affiliation UNIFESP Disciplina de Cirurgia Cardiovascular
dc.description.affiliation UNIFESP
dc.description.affiliation Braile Biomédica Divisão Endovascular
dc.description.affiliation Faculdade Estadual de Medicina de Rio Preto
dc.description.affiliation Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Ciências Médicas
dc.description.affiliationUnifesp UNIFESP, Disciplina de Cirurgia Cardiovascular
dc.description.affiliationUnifesp UNIFESP
dc.identifier.file S0102-76382013000200010.pdf
dc.identifier.scielo S0102-76382013000200010
dc.identifier.doi 10.5935/1678-9741.20130031
dc.description.source SciELO
dc.identifier.wos WOS:000322112900010



File

Name: S0102-76382013000200010.pdf
Size: 1.976Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account