A experiência da Oficina Permanente de Educação Alimentar e em Saúde (OPEAS): formação de profissionais para a promoção da alimentação saudável nas escolas

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2013-04-01
Autores
Juzwiak, Claudia Ridel [UNIFESP]
Castro, Paula Morcelli de [UNIFESP]
Batista, Sylvia Helena Souza da Silva [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
This article analyzes the experience of the Permanent Workshop on Nutrition and Health Education, which provides ongoing education on health and nutrition for school nutritionists and educators. In 2009, nutritionists, principals/management assistants, pedagogical coordinators, teachers and nutrition undergraduates attended 10 workshops, which were based on Freire and Pichon-Rivière´s framework theories. Data analysis was performed using the Discourse of the Collective Subject method. At the beginning of their participation in the OPEAS, the relationship between educators and nutritionists was distant and few interdisciplinary activities were conducted. Communication among the school team, collaborative work with involvement of the whole school community, inclusion of food and nutrition education in the curricula, and provision of food as the central pedagogical tool were considered central to the promotion of healthy nutrition. In the final evaluation four central ideas were highlighted defining OPEAS as being important for knowledge acquisition, a setting for reflection, an opportunity for integration and a platform for putting ideas into practice. Ongoing education should be implemented with school professionals aiming to foster actions to promote healthy nutrition at school.
Este artigo tem por objetivo apresentar a experiência da Oficina Permanente de Educação Alimentar e em Saúde, um espaço de articulação dos profissionais envolvidos na promoção da alimentação saudável na escola. Em 2009, foram realizadas 10 oficinas com nutricionistas, diretores/assistentes de direção, coordenadores pedagógicos, professores e graduandos de nutrição, tendo como referências Paulo Freire e Pichon-Riviére. Os dados coletados foram analisados por meio da metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo. Ao iniciar a participação na OPEAS, a relação entre os profissionais era distante e poucas atividades interdisciplinares eram desenvolvidas. Apreendeu-se como centrais na promoção da alimentação saudável: comunicação entre a equipe escolar; realização do trabalho conjunto; envolvimento de toda a comunidade escolar; inclusão da educação alimentar e nutricional no currículo e oferta de alimento como a ferramenta central de educação nutricional. Na avaliação somativa, foram apreendidas quatro ideias centrais situando a OPEAS como: aquisição de conhecimento, espaço para reflexão, oportunidade de integração e ideias para a prática. Espaços de Educação Permanente devem ser construídos com os profissionais para apoiar e fomentar as ações de promoção da alimentação saudável na escola.
Descrição
Citação
Ciência & Saúde Coletiva. ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, v. 18, n. 4, p. 1009-1018, 2013.
Coleções