Flavonol glycosides found in hydroethanolic extracts from Tilia cordata, a species utilized as anxiolytics

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2013-01-01
Autores
Negri, Giuseppina [UNIFESP]
Santi, Daniel de [UNIFESP]
Tabach, Ricardo [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Tilia species, among which is Tilia cordata Mill. (Tiliaceae), have been used in folk medicine as anxiolytic. The hydroethanolic extract was analyzed by using liquid chromatography with mass spectrometry HPLC-DAD-ESI-MS/MS in negative ion mode, and its chemical composition was compared to flavonoids reported as anxiolytics. The major flavonoids found were: quercetin-3,7-di-O-rhamnoside, kaempferol-3,7-di-O-rhamnoside and kaempferol 3-O-(6-p-coumaroyl glucoside) or tiliroside. The anxiolytic activity of the genus Tilia has been attributed to the presence of quercetin and kaempferol derivatives, while the anxiolytic activity of T. americana var. Mexicana was attributed to tiliroside, which was also found among the major constituents of this species.
As espécies de Tilia, entre elas, a Tilia cordata Mill. (Tiliaceae) são utilizadas como ansiolíticas na medicina popular. O extrato hidroalcoólico foi analisado usando cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas HPLC-DAD-ESI/MS/MS no modo negativo e a sua composição química foi comparada com os flavonóides já reportados como ansiolíticos. Os principais flavonóides encontrados foram: quercetina-3,7-di-O-rhamnosideo, canferol-3,7-di-O-rhamnosideo, e canferol 3-O-(6-p-cumaroil glucosideo) ou tilirosideo. A atividade ansiolítica do gênero Tília tem sido atribuída à presença de derivados de canferol e quercetina, enquanto que a atividade ansiolítica da T. americana var. Mexicana foi atribuída ao tilirosideo, o qual também foi encontrado entre os principais constituintes desta espécie.
Descrição
Citação
Revista Brasileira de Plantas Medicinais. Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais, v. 15, n. 2, p. 217-224, 2013.
Coleções