Análise da compliância e gradiente timpanométrico em lactentes com refluxo

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2012-06-01
Autores
Camboim, Elizângela Dias [UNIFESP]
Scharlach, Renata Coelho [UNIFESP]
Almeida, Maiara Cristine Oliveira De
Vasconcelos, Dênis
Azevedo, Marisa Frasson de [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
PURPOSE: To analyze and compare the tympanometric gradient and the compliance obtained in probe tones of 226 and 1 kHz between groups of infants with and without gastroesophageal reflux (GER). METHODS: Participants were 118 full-term and preterm infants, from newborns to 6-month-olds - 63 with clinical diagnosis of physiological GER performed by pediatricians or gastroenterologists, and 55 without GER -, who were submitted to tympanometry with probe tones of 226 and 1 kHz. RESULTS: Higher compliance values were found with 1 kHz in both groups. Comparing the average compliance between groups, we observed that the group without reflux showed higher values. The mean value of the tympanometric gradient was higher in the group without reflux, when compared to the one with reflux. CONCLUSION: The 1 kHz probe tone has higher compliance in infants with and without GER, when compared to the 226 Hz probe tone. Infants with reflux have compliance within normal limits, although they present lower compliance than infants without reflux. Regarding the gradient, infants with GER have altered values and/or within normality limits in both ears.
OBJETIVO: Analisar e comparar o gradiente timpanométrico e a compliância obtida nas sondas de 226 Hz e 1 kHz entre os grupos de lactentes com e sem refluxo gastroesofágico. MÉTODOS: Cento e dezoito lactentes a termo e pré-termo, de recém-nascidos a 6 meses de idade - 63 com diagnóstico clínico de refluxo gastroesofágico fisiológico realizado por pediatras ou gastropediatras e 55 sem refluxo -, foram submetidos a timpanometria com sondas de 226 Hz e 1 kHz. RESULTADOS: Foram observados maiores valores de compliância com sonda de 1 kHz em ambos os grupos. Ao se comparar a média de compliância entre os grupos, observou-se que o grupo sem refluxo apresentou maiores valores. A média dos valores do gradiente timpanométrico foi maior no grupo sem refluxo, quando comparada ao grupo com refluxo. CONCLUSÃO: A sonda de 1 kHz apresenta maior compliância em lactentes com e sem refluxo, em relação à sonda de 226 Hz. Lactentes com refluxo apresentam compliância dentro dos padrões de normalidade, porém apresentando menor compliância quando comparados com lactentes sem refluxo. Com relação ao gradiente, lactentes com refluxo apresentam valores alterados e/ou dentro dos padrões limítrofes da normalidade, em ambas as orelhas.
Descrição
Citação
Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, v. 17, n. 2, p. 156-160, 2012.
Coleções