Efeito neuroprotetor do extrato etanólico liofilizado de pitanga (Eugenia uniflora L.) em um modelo animal progressivo da Doença de Parkinson

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2023-07-12
Autores
Azevedo, Guilherme Garrido Alvaro de [UNIFESP]
Orientadores
Ribeiro, Alessandra Mussi [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A doença de Parkinson (DP) é uma doença neurodegenerativa caracterizada principalmente pela morte dos neurônios dopaminérgicos na Substância Negra parte compacta (SNPc). Sua etiologia ainda não é totalmente esclarecida, contudo o estresse oxidativo é apontado como importante mecanismo na morte neuronal relacionada a DP. O tratamento farmacológico para esta doença baseia-se na utilização de fármacos que minimizem a depleção de dopamina. Porém, o uso continuado de tais fármacos leva ao desenvolvimento de efeitos adversos, o que justifica a busca por novos compostos que possam ser utilizados na prevenção ou tratamento da DP. A busca por novos fármacos como terapia independente ou adjunta advindos de produtos naturais com potenciais efeitos neuroprotetores e menores efeitos colaterais tem sido alvos de novas pesquisas. Estudos prévios com o extrato de Eugenia uniflora demonstraram um potencial antioxidante, o que pode ser um excelente indicativo também para um efeito neuroprotetor contra a DP. Neste contexto, o objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos do extrato liofilizado da folha de pitanga Eugenia uniflora (PTG) quando repetidamente administrado em camundongos submetidos ao modelo de parkinsonismo induzido por reserpina (RES). Foram utilizados 60 camundongos Swiss machos (6-7 meses), que foram alocados em quatro grupos: CTR-CTR (Veículo RES + veículo PTG), CTR-PTG (Veículo RES + extrato de pitanga 3 mg/kg), RES-CTR (RES 0,1 mg/kg + veículo PTG) e RES PTG (RES 0,1 mg/kg + extrato de pitanga 3 mg/kg). Durante o experimento os animais receberam diariamente o extrato de pitanga ou veículo administrados via oral, e RES ou veículo a cada 48 h administrados via subcutânea durante28 dias. Durante o decorrer do experimento os animais foram submetidos a testes comportamentais, tais como: teste de catalepsia, movimentos orais, campo aberto, labirinto em cruz elevado, tarefa de reconhecimento de objetos, discriminação olfatória e rotarod. Ao final do experimento os animais foram eutanasiados por perfusão transcardíaca ou decapitação, e seus encéfalos coletados para análise imunoistoquimica para a enzima tirosina hidroxilase (TH) ou análise de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), respectivamente. Os resultados demonstraram que o tratamento com PTG aboliu o tempo de catalepsia, reduziu a frequência dos movimentos orais e preveniu o déficit de memória de reconhecimento de objetos de curto prazo. Além disso, o tratamento com PTG impediu a diminuição da imunorreatividade para TH (estriado dorsal e substancia negra parte compacta). Tomados juntos estes resultados sugerem que o PTG tem efeito neuroprotetor e tem potencial para ser utilizado como um recurso terapêutico complementar para o tratamento dos sintomas de parkinsonismo.
Parkinson's disease (PD) is the second most common neurodegenerative disease among adults with advanced age, with predominant involvement in males and characterized mainly by the death of dopaminergic neurons in the Substancia Nigra pars compacta (SNpc) and accumulation of proteins such as alpha-synuclein, known as Lewy bodies. The diagnosis is made through cardinal clinical signs, such as: postural instability, resting tremor, muscle rigidity and bradykinesia. The etiology of PD is still not fully understood. Oxidative stress is identified as an important mechanism in PD- related neuronal death. Pharmacological treatment for this disease is based on the use of drugs that minimize dopamine depletion. However, the chronic use of such drugs leads to the development of adverse effects, reinforcing the search for novel compounds that can be used in the prevention or treatment of PD. The search for new drugs as independent or adjunct therapy derived from natural products, such as herbal extracts, phytochemicals and their derivatives, with potential neuroprotective effects and fewer side effects has been the target of several studies. In this context, the objective of this study was to evaluate the effects of lyophilized extract of pitanga leaf (Eugenia uniflora - PTG) when repeatedly administered in mice submitted to the reserpine-induced parkinsonism model. Sixty male Swiss mice (6-7 months) were distributed into four groups: CTR CTR (RES vehicle + PTG vehicle), CTR-PTG (RES vehicle + PTG 3 mg/kg), RES-CTR (RES 0.1 mg/kg + RES vehicle) and RES-PTG (RES 0.1 mg/kg + PTG 3 mg/kg). During the experiment, the animals received PTG or vehicle orally and RES or vehicle every 48 hours subcutaneously for 28 days. Throughout of the experiment, mice were submitted to catalepsy, oral movements, open field, elevated plus maze, object recognition task, olfactory discrimination and rotarod tests. At the end of the experiment, the animals were euthanized by transcardiac perfusion or decapitation, and their brains were collected for immunohistochemical analysis for tirosine hydroxilase (TH) and thiobarbituric acid reactive substances (TBARS), respectively. Taken together these results showed that PTG-treated mice abolished the time spent on the catalepsy bar, reduced the frequency of oral movements and decreased the short-term memory deficit. Furthermore, PTG prevented the reduction of TH immunoreactivity (dorsal striatum and SNpc). Taken together these results suggest that PTG has neuroprotective effect in the parkinsonism model induced by RES.Thus, there is a potential use as adjuvant therapeutic resource to treatment of parkinsonism symptoms.
Descrição
Citação
AZEVEDO, Guilherme Garrido Alvaro de. Efeito neuroprotetor do extrato etanólico liofilizado de pitanga (Eugenia uniflora L.) em um modelo animal progressivo da Doença de Parkinson. 2023. 54 f. Dissertação (Mestrado Interdisciplinar em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de São Paulo, Instituto de Saúde e Sociedade, Santos, 2023.