Teias paulistanas: um estudo sobre os arranjos sociais e as dinâmicas familiares na Freguesia da Sé (1830 - 1872)

Imagem de Miniatura
Data
2023-06-28
Autores
Andrade, Gabriela Bernardes [UNIFESP]
Orientadores
Oliveira, Maria Luiza Ferreira de [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Este estudo discute a composição doméstica e familiar dos habitantes da Freguesia da Sé da cidade de São Paulo, entre os anos de 1830 e 1872. Neste trabalho, recompomos aspectos da vivência quotidiana, hábitos e convivência da população livre e liberta do passado paulistano, tratando especificamente das estratégias de sobrevivência, das trajetórias familiares e dos arranjos domésticos. A pesquisa se inicia na cidade que acabara de receber o curso jurídico e chega até a década do estabelecimento do Teatro São José e da ferrovia, um período pouco visitado pelos pesquisadores da família. Estes anos foram marcados por mudanças na população, no comércio que se diversificava, pela chegada de novos padrões construtivos na malha urbana e de um adensamento populacional na freguesia central. Nosso olhar recaiu sobre a Sé, região mais urbanizada e populosa do período, onde residiam clérigos, negociantes, professores, artesãos, costureiras, tropeiros, quitandeiras, funcionários públicos, militares e lavadeiras - uma área marcada por contrastes sociais e econômicos. Adentramos nas teias sociais e nos círculos domésticos de figuras como Dona Antonia Umbelina da Silva, que na década de 1840 reconheceu sozinha oito filhos antes expostos, e também de Margarida Justa Wiemann, que impetrou um divórcio de seu marido Henrique Weimann, sob acusação de maus tratos e ilegitimidade. Percorremos vizinhanças compostas por lavadeiras na Rua do Tamanduateí, analisamos domicílios chefiados por mulheres e casos de concubinas passando por agregadas em documentos censitários, expressão das relações matrimoniais complexas nutridas no território paulistano no Oitocentos. Através do estudo conjugado de registros paroquiais, listas nominativas, memorialistas, almanaques e processos de divórcio, buscamos mapear como os laços familiares e as redes de sociabilidade se sustentavam e em que medida as instituições religiosas e o Estado influenciavam ou não nas estratégias de composição domiciliar na Sé.
This study discusses the domestic and family composition of the inhabitants of the Parish of Sé in the city of São Paulo, between the years 1830 and 1872. In this work, we recompose aspects of the daily life, habits and coexistence of the free and emancipated slaves population of São Paulo's past, specifically dealing with survival strategies, family trajectories and domestic arrangements. The research begins in the city that had just received the legal course and reaches the decade of the establishment of the São José Theater and the railroad, a very rarely visited period by researchers of the family. These years were marked by changes in the population, in the diversified trade, by the arrival of new construction standards in the urban fabric and a population density in the central area. The focus turned to the Parish of Sé, the most urbanized and populous region of the period, where clergymen, businessmen, teachers, artisans, seamstresses, drovers, greengrocers, civil servants, military and washerwomen lived - an area marked by social and economic contrasts. We enter the social webs and domestic circles of figures such as Dona Antonia Umbelina da Silva, who in the 1840s recognized eight children previously exposed, on her own, and also Margarida Justa Wiemann, who filed for divorce from Henrique Weimann on charges of mistreatment and illegitimacy. We went through neighborhoods made up of washerwomen on Rua do Tamanduateí, we analyzed households headed by women on Rua da Esperança and cases of concubines passing as aggregates in census documents. Through the combined study of parish records, census, memorialists, almanacs and divorce proceedings, we researched how family ties and sociability networks were sustained and to what extent religious institutions and how much the State influenced on the strategies of household composition in the central area of São Paulo.
Descrição
Citação
Coleções