Percepção da Comunidade Acadêmica do Instituo Saúde e Sociedade da Universidade Federal de São Paulo sobre Ações de Divulgação Científica em Saúde

Imagem de Miniatura
Data
2023-06-27
Autores
Cruz, Gabriel Santos [UNIFESP]
Orientadores
Poletto, Patrícia Rios [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A pandemia provocada pela disseminação da COVID-19 teve consequências que repercutiram sobre todos os setores da sociedade, potencializadas pela propagação de um grande volume de informações em pouco tempo através das redes e mídias sociais, gerando controvérsias quanto às medidas de prevenção da contaminação pelo novo vírus. Com os esforços empregados na divulgação de informações confiáveis no combate à pandemia, aumentaram as iniciativas de divulgação (DC) científica em saúde de alunos, técnicos e professores da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). No entanto, as ações ainda estão dispersas, e, muitas vezes, acontecem desvinculadas da instituição, que não tem um conceito de divulgação científica bem estabelecido, dificultando que mais iniciativas e uma política institucional para a prática sejam formuladas. Com um olhar voltado para o Instituto Saúde e Sociedade (ISS), este trabalho buscou caracterizar as ações de divulgação científica desenvolvidas pelos atores das atividades de pesquisa vinculados ao ISS do campus Baixada Santista da UNIFESP, bem como o modo com que a comunicação pública da ciência é encarada por estes, e traçar o seu perfil, a fim de reconhecer potenciais contribuidores para a construção e implementação de uma política de divulgação voltada para a saúde. Neste trabalho, do tipo transversal descritivo, utilizou-se da metodologia de pesquisa quali-quantitativa. Os sujeitos desta pesquisa foram os alunos de graduação do segundo ao último ano dos cursos de graduação do Instituto Saúde e Sociedade da UNIFESP, os técnicos do campus envolvidos em assuntos acadêmicos e os professores dos cinco departamentos que compõem o instituto. Para a coleta de dados nesta pesquisa foi utilizado um questionário online, elaborado pelos pesquisadores, para que seja possível conhecer as compreensões e hábitos dos sujeitos relacionados a ações de divulgação científica. Para análise dos dados foi utilizada a análise de conteúdo. Nossas conclusões apontaram para uma abertura em relação a produção de conteúdos destinados a divulgação científica concomitante às dificuldades de se fazer entender através de uma linguagem simples, e com isso as limitações que a ausência de uma política institucional trazem aos divulgadores do ISS. Muitos dos sujeitos já estiveram envolvidos em ações de divulgação, apresentando compreensão acerca de conceitos importantes relacionados a DC, embora pouco aprofundados, e são otimistas em relação ao papel a ser desempenhado pelas universidades públicas no intermédio da relação entre sociedade e ciência.
The pandemic caused by the spread of COVID-19 had consequences that reverberated across all sectors of society, amplified by the rapid dissemination of a large volume of information through social networks and media, generating controversies regarding preventive measures against the new virus. With the efforts made to disseminate reliable information in the fight against the pandemic, there has been an increase in health science communication initiatives by students, technicians, and professors at UNIFESP. However, these actions are still scattered and often disconnected from the institution, which lacks a well-established concept of science communication, hindering the formulation of more initiatives and an institutional policy for the practice. Focusing on the Institute of Health and Society, this study sought to characterize the science communication actions carried out by the actors involved in research activities at the ISS campus in Baixada Santista, UNIFESP, as well as how public communication of science is perceived by them, and to outline their profile in order to identify potential contributors to the construction and implementation of a health-oriented communication policy. This study employed a descriptive cross-sectional approach using qualitative and quantitative research methodology. The participants in this research were undergraduate students from the second to the final year of the Institute of Health and Societies undergraduate programs at UNIFESP, campus technicians involved in academic matters, and professors from the five departments that make up the institute. An online questionnaire, developed by the researchers, was used to collect data for this research in order to understand the participants' understanding and habits related to science communication actions. Content analysis was employed to analyze the data. Our conclusions pointed to a willingness to produce content for science communication alongside the challenges of conveying complex concepts in a simple language, and highlighted the limitations that the absence of an institutional policy poses to ISS communicators. Many participants have been involved in science communication actions, demonstrating an understanding of important concepts related to science communication, albeit at a superficial level, and they are optimistic about the role that public universities can play in facilitating the relationship between society and science.
Descrição
Citação
CRUZ, Gabriel Santos. Percepção da Comunidade Acadêmica do Instituo Saúde e Sociedade da Universidade Federal de São Paulo sobre Ações de Divulgação Científica em Saúde. 2023. 69 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Fisioterapia) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2023.
Coleções