Aspectos temporais da festinação lingual e da fase faríngea da deglutição em pacientes com Doença de Parkinson

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2021
Autores
Santana, Suelen Correia [UNIFESP]
Orientadores
Goncalves, Maria Ines Rebelo [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Aspiration pneumonia is the leading cause of death in patients with Parkinson's disease (PD). In clinical practice, the videodeglutoesophagogram (VDEG) exam is the most common method for evaluating swallowing disorders. The results of this exam influence the recommendations of the speech therapist regarding the therapy and/or intervention of swallowing. Objective: To analyze lingual festination and temporal aspects of the pharyngeal phase of swallowing in individuals with PD, using videodeglutoesophagogram exams Method: Videodeglutoesophagogram (VDEG) images of 79 individuals were selected, 39 from the control group (CG). and 40 individuals from the Parkinson group (GP). The VDEG images were analyzed using the Virtual Dub program, considering the presence of FL and the beginning of the pharyngeal phase of swallowing the instant that the bolus goes beyond the posterior nasal spine and the end was measured in two moments: total entry of food into the esophagus (1) and relaxation of pharyngeal constriction (2). Data were statistically analyzed using the following tests: Chi-square, Wilcoxon and Mann-Whitney. Results: We identified lingual festination in 17.5% of the patients in the GP, and it was predominantly present in the beaten pasty consistency, the duration of the pharyngeal phase of swallowing 2 (DFFD2) was greater than the duration of the pharyngeal phase of swallowing 1 (DFFD1) regardless of sex, age, in the PD control groups. Conclusion: CL occurred in 17.5% (n=7) of the RG sample studied; in the 5% of patients in the PG that it was possible to measure the FL, we observed longer duration of the FL in the pasty consistency; there were significant differences between DFFD2 and DFFD1 in relation to age group and food consistencies, both in the CG and in the PG; laryngotracheal aspiration was not observed in the studied sample.
A pneumonia por aspiração é a principal causa de morte em pacientes com a doença de Parkinson (DP). Na prática clínica, o exame videodeglutoesofagograma (VDEG) é o método mais comum para avaliação dos distúrbios da deglutição. Os resultados desse exame influenciam sobre as recomendações do fonoaudiólogo quanto à terapia e / ou intervenção da deglutição. Objetivo: Analisar a festinação lingual e os aspectos temporais da fase faríngea da deglutição em indivíduos com DP, por meio de exames de videodeglutoesofagograma Método: Foram selecionadas as imagens de videodeglutoesofagograma (VDEG) de 79 indivíduos, sendo 39 do grupo controle (GC), e 40 indivíduos do grupo com Parkinson (GP). As imagens de VDEG foram analisadas no programa VirtualDub, considerando a presença de FL e o início da fase faríngea de deglutição o instante que o bolo ultrapassa a espinha nasal posterior e o final foi aferido em dois momentos: entrada total do alimento no esôfago (1) e relaxamento da constrição faríngea (2). Os dados foram analisados estatisticamente por meio dos testes: Qui-quadrado, Wilcoxon e Mann-Whitney. Resultados: Identificamos a festinação lingual em 17,5% dos pacientes do GP, e foi presente predominantemente na consistência pastosa batida, a duração da fase faríngea da deglutição 2 (DFFD2) foi maior do que a duração da fase faríngea da deglutição 1 (DFFD1) independentemente do sexo, idade, nos grupos controle de DP. Conclusão: A FL ocorreu em 17,5% (n=7) da amostra estudada do GP; nos 5% dos pacientes do GP que foi possível mensurar a FL observamos maior duração da FL na consistência pastosa; houve diferenças significantes entre DFFD2 com DFFD1 em relação à faixa etária e às consistências alimentares, tanto no GC, quanto no GP; não foi observada aspiração laringotraqueal na amostra estudada.
Descrição
Citação