Travessias transatlânticas: Do Corpo-Território às Narrativas de Si como possibilidades de (re) existências negras no Brasil

Imagem de Miniatura
Data
2023-02-10
Autores
Vianna, Jéssica Barbosa [UNIFESP]
Orientadores
Gonçalves, Renata Cristina [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Esta pesquisa tem como objetivo refletir acerca do uso das Narrativas de Si para a ressignificação da existência de pessoas negras em contexto brasileiro. Por meio de minhas narrativas e a partir de um debate teórico com diversos (as) intelectuais negros (as) afrodiaspóricos (as), apresento a Afrocentricidade e as Narrativas de Si enquanto perspectivas metodológicas que podem potencializar políticas de bem viver à população negra brasileira. Para tanto, recupero o debate acerca das noções de humanidades a partir da filosofia africana, e comparo com a noção de humanidade vigente no Ocidente, bem como os impactos dessa vertente ideológica para pessoas negras. Dessa forma, compreendo que falar sobre si é confrontar a estrutura racista e genocida, garantidora da desagência de pessoas negras sobre suas próprias vidas, que retira delas a possibilidade de serem protagonistas, inclusive de suas próprias lutas sócio-históricas contra as opressões estruturais e estruturantes que excluem o povo negro.
This research aims to reflect on the use of Self Narratives to reframe the existence of black people in the Brazilian context. Through my narratives and from a theoretical discussion with several Afrodiasporic black intellectuals, I present Afrocentricity and Self Narratives as methodological perspectives that can enhance policies for the good life of the Brazilian black population. To do so, I recover the debate about the notions of humanities from African philosophy, and compare it with the current notion of humanity in the West, as well as the impacts of this ideological aspect for black people. In this way, I understand that talking about oneself is confronting the racist and genocidal structure, which guarantees the disagency of black people over their own lives, which removes from them the possibility of being protagonists, including their own socio-historical struggles against structural and structuring oppressions. that exclude black people.
Descrição
Citação
VIANNA, Jéssica Barbosa. Travessias transatlânticas: Do Corpo-Território às Narrativas de Si como possibilidades de (re) existências negras no Brasil. 2023. 74 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social e Políticas Sociais) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2023.