As facções da Igreja Católica na Província do Grão-Pará e na Corte nas disputas pela construção do Estado-Nação brasileiro (1826 - 1831)

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2016
Autores
Mallorga, Bruna Valença [UNIFESP]
Orientadores
Machado, André Roberto de Arruda [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
The main goal of this paper is to understand about the Catholic Church´s factions in Grão-Pará and their influence over the politic decisions in the province and at the court between 1826 and 1831. Don Romualdo Antonio de Seixas and Canon Batista Campos will be the main subject of study of this project. Both from Pará, members of the church and with highlighted politic careers. However, these are the only similarities. As the first became the straightest of Brazilian empire ever known, the second entered to the historiography as the most radical laissez-faire´s example. And it´s from the actions of these characters that this project intends to map the factions of the Catholic Church in Pará and their actions in the state. The chronological cutout will be from 1826 to 1831. From 1826 the representative system of Brazil´s Empire gains power with the installation of the Parliament and many other provincial organs, institutions that Don Romualdo and Batista Campos will perform. The research finishes with the August 7th 1831 coup that unseats the president of Grão-Pará province Goiania´s Viscount and arrests his legal successor Batista Campos, jointly with their political allies. Documents from the Public File of Pará digitally available at Unifesp will be the main source of this work.
O principal objetivo desse trabalho é compreender sobre as facções da Igreja Católica no Grão-Pará e a influência que estas exerciam sobre as decisões políticas na província e na Corte, entre 1826 e 1831. Dom Romualdo Antônio de Seixas e Cônego Batista Campos serão os principais objetos de estudo desse projeto. Ambos paraenses, membros da Igreja e com carreiras políticas de destaque. Entretanto, essas são as únicas semelhanças. Enquanto o primeiro tornou-se um dos conservadores mais conhecidos do Império do Brasil, o segundo entrou para a historiografia local como exemplo do liberal radical. É a partir das ações desses dois indivíduos que este projeto pretende mapear as facções da Igreja Católica no Pará e sua ação no Estado. O recorte cronológico será de 1826 a 1831. A partir de 1826 o sistema representativo no Império do Brasil ganha força com a instalação do Parlamento e de diversos órgãos provinciais, instituições nas quais, Dom Romualdo e Batista Campos terão atuação. A pesquisa termina com o golpe de 7 de agosto de 1831, que depõe o presidente da província do Grão-Pará, Visconde de Goiana, e prende o seu sucessor legal, Batista Campos, juntamente com seus aliados políticos. Documentos do Arquivo Público do Estado do Pará, disponíveis digitalmente na Unifesp, serão a principal fonte do trabalho.
Descrição
Citação
MALLORGA, Bruna Valença. As facções da Igreja Católica na Província do Grão-Pará e na Corte nas disputas pela construção do Estado-Nação brasileiro (1826 - 1831). Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado e Licenciatura em História) – Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2016.
Coleções