A recepção do pensamento de Nietzsche na obra literária de Dalcídio Jurandir

Imagem de Miniatura
Data
2022-08-12
Autores
Lacerda, Oclecio das Chagas [UNIFESP]
Orientadores
Silva Junior, Ivo da [UNIFESP]
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Defende-se a tese de que, nos escritos literários de Dalcídio Jurandir, há um diagnóstico da Amazônia moderna, no qual é possível identificar um elemento de interseção com a crítica de Nietzsche à Europa da modernidade. Tal elemento, identificado nesta pesquisa pelo estudo da recepção, é o niilismo. Para tanto, logo de início, busca-se compreender esta recepção como um processo de ressignificação estética e “antropofágica” da filosofia nietzschiana nas narrativas romanescas do escritor amazônico. E, utilizando este tipo de recepção como um pressuposto metodológico, a pesquisa analisa as obras escritas, investigando, num primeiro momento, o niilismo tanto na Europa quanto no Brasil. Perscruta, na sequência a manifestação dos signos deste fenômeno na ficção romanesca de Jurandir e também seus sintomas nas personagens literárias, Eutanázio, Missunga e Alfredo, protagonistas dos três romances em análise, Chove nos Campos de Cachoeira, Marajó e Belém do Grão Pará. Investiga, por fim, como Jurandir visa a encontrar meios para ultrapassar o niilismo, identificando nas metáforas e nas personagens populares desses romances analisados, uma ressignificação daquele niilismo nietzschiano com tendência à transvaloração.
Descrição
Citação
Lacerda, Oclécio das Chagas. A recepção do pensamento de Nietzsche na obra literária de Dalcídio Jurandir. 2022. 186 f. Tese (Doutorado) – Escola de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de pós-Graduação em Filosofia. Universidade Federal de São Paulo. Guarulhos. São Paulo. Brasil.
Coleções