Escrevivências sobre os impactos das artes do corpo na vida das juventudes

Imagem de Miniatura
Data
2023-02-03
Autores
Souza, Maria Thereza de Carvalho Lisboa [UNIFESP]
Orientadores
Imbrizi, Jaquelina Maria [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado profissional
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A abordagem da dança presente nesta pesquisa é apresentada pelas vias das artes do corpo. Para além do trabalho de alguma modalidade de dança específica, ou da finalidade única de refinar técnicas corporais ou coreográficas específicas, acredita-se que nas abordagens de trabalho com a dança que a pesquisadora propõe se constroem as oportunidade para a ampliação de repertórios afetivos e culturais, bem como a expansão de vivências corporais de jovens em situação de vulnerabilidade social. Consiste em uma proposta de dança que traz e observa elementos do território e dos corpos e que se propõe a dialogar com as questões trazidas pelos sujeitos; a partir de uma prática que se desconstrói e reconstrói por meio da experimentação e criação coletiva. A dança compreendida como um espaço necessário para a expressividade, para o despertar da criatividade e inserida no processo de criação de outras possibilidades de existir. Ou seja, trata-se da oportunidade de ocupar o próprio corpo para romper com as limitadas referências de modos de existir impostos por territórios apartados pela desigualdade social. É apresentada a potência das artes do corpo para desconstrução de lugares fixos e preconceituosos direcionados a determinados sujeitos, especificamente à juventude periférica. A hipótese é a de que a dança pode ser considerada: um artefato para reconhecer e experimentar no corpo, de quem a exercita; novas formas de existir e de se relacionar com o mundo (território), com outros corpos, com outros sujeitos. O objetivo da pesquisa é investigar os impactos da experiência com dança sobre a vida de jovens em situação de vulnerabilidade social, como também, é o de mapear as características do grupo no que se refere à sua história de vida, classe social, território, raça e gênero. Trata-se de método qualitativo, pautado em modos de estruturar memórias coletivas sustentadas na noção de escrevivência de Conceição Evaristo. Como material de análise foram utilizadas as escrevivências da pesquisadora, em um movimento retrospectivo, que se refere à trajetória de usuária para a de arte educadora e os efeitos das atividades artísticas em seu corpo e na escolha de sua profissão. Também foram utilizadas escrevivências produzidas pelas juventudes, sobre os impactos do contato com as artes do corpo em seu estilo e modos de vida. Os sujeitos desta pesquisa foram os jovens que frequentaram o SCFV Centro da Juventude da ZN, um equipamento da política de Assistência Social, com participação nos encontros dedicados à dança.
The approach to dance present in this research is presented through the arts of the body. In addition to the work of a specific dance modality, or the sole purpose of refining specific body or choreographic techniques, it is believed that in the approaches to work with dance that the researcher proposes, opportunities are built for the expansion of affective and cultural repertoires. , as well as the expansion of bodily experiences of young people in situations of social vulnerability. It consists of a dance proposal that brings and observes elements of the territory and bodies and that proposes to dialogue with the questions raised by the subjects; from a practice that is deconstructed and reconstructed through experimentation and collective creation. Dance understood as a necessary space for expressiveness, for the awakening of creativity and inserted in the process of creating other possibilities of existing. In other words, it is the opportunity to occupy one's own body to break with the limited references of ways of existing imposed by territories separated by social inequality. The power of the arts of the body is presented to deconstruct fixed and prejudiced places aimed at certain subjects, specifically the peripheral youth. The hypothesis is that dance can be considered: an artifact to recognize and experience in the body of those who exercise it; new ways of existing and relating to the world (territory), with other bodies, with other subjects. The objective of the research is to investigate the impacts of the experience with dance on the lives of young people in situations of social vulnerability, as well as to map the characteristics of the group in terms of their life history, social class, territory, race. and gender. It is a qualitative method, based on ways of structuring collective memories based on Conceição Evaristo's notion of writing. As material for analysis, the researcher's writings were used, in a retrospective movement, which refers to the trajectory of user to that of art educator and the effects of artistic activities on her body and on her choice of profession. Writings produced by youths about the impacts of contact with the arts of the body on their style and ways of life were also used. The subjects of this research were young people who attended the ZN Youth Center SCFV, an equipment of the Social Assistance policy, with participation in meetings dedicated to dance.
Descrição
Citação