Sobrepeso e obesidade em escolares pré-púberes: associação com baixo peso ao nascer e antecedentes familiares para doença cardiovascular. Embu região metropolitana de São Paulo, 2006

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2011-11-01
Autores
Strufaldi, Maria Wany Louzada [UNIFESP]
Silva, Edina Mariko Koga da [UNIFESP]
Puccini, Rosana Fiorini [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
The aim was to determine the prevalence of overweight and obesity in schoolchildren and the association with birth weight and family antecedents of cardiovascular disease. This cross-sectional study used a probabilistic sample of 929 schoolchildren aged 6 to 10 years. The variables were: body mass index (BMI), birth weight and family antecedents of cardiovascular disease. The statistical analysis consisted of the chi-square test (Pearson) and odds ratio, as association measurements. Of the schoolchildren (54.6% of which were female), 14.4% and 13.3% were overweight and obese, respectively. Low birth weight was reported among 9.4% and family antecedents of cardiovascular disease among 35.2%. Overweight or obesity (BMI e P85) was associated with the presence of family antecedents of cardiovascular disease (OR = 1.66; 95% CI 1.23-2.23) and male sex (OR = 1.37; 95%CI 1.02-1.83); there was no association with birth weight. The results indicate the need for preventive actions for children with family antecedents of cardiovascular disease.
O objetivo foi determinar a prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares e a associação com baixo peso ao nascer e antecedentes familiares para doença cardiovascular. Estudo transversal que utilizou amostra probabilística de 929 escolares com idades de 6 a 10 anos. Variáveis: Índice de Massa Corpórea (IMC), peso ao nascer e antecedentes familiares para doença cardiovascular. Análise estatística: teste qui-quadrado (Pearson) e odds ratio como medidas de associação. 14,4% e 13,3% dos escolares (54,6% do sexo feminino) apresentaram sobrepeso e obesidade, respectivamente. Baixo peso ao nascer foi referido em 9,4% das crianças e a presença de antecedentes familiares para doença cardiovascular em 35,2%. Sobrepeso ou obesidade (IMC maior ou igual a P85) associaram-se à presença de antecedentes familiares para doença cardiovascular (OR=1,66; IC95% 1,23-2,23) e ao sexo masculino (OR=1,37; IC 95% 1,02-1,83); não houve associação com o peso ao nascer. Os resultados indicam a necessidade de ações preventivas direcionadas às crianças com antecedentes familiares para doença cardiovascular.
Descrição
Citação
Ciência & Saúde Coletiva. ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, v. 16, n. 11, p. 4465-4472, 2011.