Entre o pânico e o silêncio: A relação entre imprensa e Justiça na criação da Unidade Experimental de Saúde

Imagem de Miniatura
Data
2023-01-24
Autores
Dias, Thayná Bortoletto [UNIFESP]
Orientadores
Paula, Liana de [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
À luz do conceito de “pânico moral” de Stanley Cohen (2011), esta pesquisa investiga a cobertura realizada pelo jornal O Estado de S. Paulo sobre o “Caso Champinha” entre os anos de 2006-2007, bem como o impacto desta cobertura para a criação e implementação da Unidade Experimental de Saúde de São Paulo (UES), em que pese considerar ainda as decisões jurídicas, éticas e políticas imbricadas neste processo. O objetivo foi identificar a existência de uma espiral do pânico no caso em questão e a criação da UES como resposta dos agentes de controle social à repercussão do caso. Os objetivos específicos consistiram em realizar a análise qualitativa dos textos jornalísticos selecionados, tendo em vista verificar o teor das informações e opiniões divulgadas sobre o caso, e analisar os processos de criação e implementação da UES no âmbito da Justiça e do diálogo entre os atores da saúde e do poder Executivo, tomando como referência o trabalho realizado por Gabriela Gramkow (2011). Os resultados apontaram que a repercussão na imprensa de uma possível soltura de Champinha, entre os anos de 2006-2007, obteve um importante impacto sobre o projeto UES, muito embora ele já estivesse sendo discutido desde 2002.
Descrição
Citação
DIAS, Thayná B. Entre o Pânico e o Silêncio: a relação entre imprensa e Justiça na criação da Unidade Experimental de Saúde. 2023. 86 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Ciências Sociais). Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo, Guarulhos, 2023.