Economia Donut: aplicação do modelo ao estado do Mato Grosso durante o boom das commodities (2004-2014)

Imagem de Miniatura
Data
2023-01-13
Autores
Silva, Rafaela de Sousa [UNIFESP]
Orientadores
Saes, Beatriz Macchione [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A teorização a respeito do desenvolvimento econômico auxiliou, ao longo do século XX, que os países tivessem um propósito a ser alcançado. Contudo, ao negligenciar o lado ecológico, as respostas do meio ambiente ao progressivo avanço do capitalismo evidenciaram que os recursos naturais, ao serem tratados meramente como matérias-primas, acabavam tendo seus impactos de exploração subvalorizados, estabelecendo um obstáculo ao tentar garantir a melhoria da qualidade de vida dos indivíduos atrelado ao equilíbrio ambiental. Alternativamente, a proposta da Economia Donut de Kate Raworth surge como uma possibilidade de satisfazer os dois âmbitos, apoiando o desenvolvimento sustentável nos limites do planeta de modo a satisfazer as necessidades sociais. Delimitada numa abordagem regional, tendo em vista as particularidades da economia brasileira, essa pesquisa buscou analisar a economia mato-grossense durante o boom das commodities (2004-2014) sob a ótica do modelo Donut, em virtude, principalmente, do impacto do estado no volume das exportações brasileiras pelo cultivo de soja. Como resultado, verificou-se que, em relação aos alicerces sociais, houve a melhoria de metade dos indicadores analisados relacionados à população, todavia, em relação à natureza, houve a negligência dos índices ambientais, com a transgressão da maioria das barreiras planetárias estabelecidas. Concluiu-se, portanto, que desenvolvimento econômico sustentável proposto por Raworth não foi atingido pelo estado do Mato Grosso durante o período delimitado.
Theorizing about economic development helped, throughout the 20th century, that countries had a purpose to be achieved. However, by neglecting the ecological side, the responses of the environment to the progressive advance of capitalism showed that natural resources, by being treated merely as raw materials, ended up having their exploitation impacts undervalued, establishing an obstacle when trying to ensure the improvement of the quality of life of individuals linked to environmental balance. Alternatively, Kate Raworth's Doughnut Economics proposal emerges as a possibility to satisfy both scopes, supporting sustainable development at the limits of the planet in order to satisfy social needs. Delimited in a regional approach, in view of the particularities of the Brazilian economy, this research sought to analyze the Mato Grosso economy during the commodities boom (2004-2014) from the perspective of the Doughnut model, due mainly to the state's impact on the volume of Brazilian exports by soybean cultivation. As a result, it was verified that, in relation to the social foundations, there was an improvement in half of the analyzed indicators related to the population, however, in relation to nature, there was a neglect of environmental indices, with the transgression of most of the established planetary boundaries. It was concluded, therefore, that the sustainable economic development proposed by Raworth was not achieved by the state of Mato Grosso during the period delimited.
Descrição
Citação
SILVA, Rafaela de Sousa. Economia Donut: aplicação do modelo ao estado do Mato Grosso durante o boom das commodities (2004-2014). 2023. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Política, Economia e Negócios, Osasco, 2023.