Análise da captura incidental de tartarugas marinhas por rede de emalhe no litoral paulista, região Sudeste, Brasil

Imagem de Miniatura
Data
2019-11-22
Autores
Costa, Luiz Guilherme da [UNIFESP]
Orientadores
Mourato, Bruno Leite [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A pesca de rede de emalhe é uma modalidade que consiste na disposição de redes com tamanhos diferentes submersas por um certo tempo com o objetivo de capturar peixes. Esta arte de pesca é amplamente difundida por ser frequentemente utilizada por comunidades tradicionais pelo mundo. A principal desvantagem desta categoria de pesca é a eventual pesca incidental de espécies não desejadas, tais como tartarugas e mamíferos marinhos que apresentaram declínio populacional nos últimos anos devido à ação antrópica sendo considerados animais com um alto risco de extinção. A importância da megafauna para a manutenção da saúde dos ecossistemas foi evidenciada em muitos estudos, assim como sua conservação que quando efetiva, acaba beneficiando toda a comunidade marinha. No litoral brasileiro, cinco espécies de tartarugas marinhas são registradas, diante disso, o propósito deste trabalho é realizar uma análise exploratória com o esforço de pesca coletado através do monitoramento da pesca conduzido pelo instituto BIOPESCA ao longo de 19 anos, relacionando a captura dastartarugas marinhas com o tipo de rede de emalhe, sazonalidade, captura por unidade de esforço e anualidade a fim de compreender padrões na captura incidental das tartarugas marinhas na pesca de rede de emalhe para a futura formulação de modelos estatísticos avançados. A captura incidental de tartarugas foi contabilizada entre os anos 1999 e 2017 no litoral paulista, a tartaruga-verde foi a espécie mais capturada no total, seguido pela tartaruga-de-pente; tartaruga cabeçuda; e tartaruga-de-couro. A maior captura registrada foi por meio das redes de superfície, já em relação a sazonalidade, o inverno obteve a maior parte das capturas. Outros estudos com pesca incidental demonstram como a tartaruga-verde também é a espécie mais capturada. As redes de superfície interferem no comportamento respiratório das tartarugas, assim como as redes de fundo capturaram tartarugas em virtude da alimentação delas.
Descrição
Citação
COSTA, Luiz Guilherme da. Análise da captura incidental de tartarugas marinhas por rede de emalhe no litoral paulista, região Sudeste, Brasil. 2019. 34 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia do Mar) - Instituto do Mar, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2019.