Intracranial depth electrodes implantation in the era of image-guided surgery

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2011-08-01
Autores
Centeno, Ricardo Silva [UNIFESP]
Yacubian, Elza Márcia Targas [UNIFESP]
Caboclo, Luís Otávio Sales Ferreira [UNIFESP]
Carrete Junior, Henrique [UNIFESP]
Cavalheiro, Sergio [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
The advent of modern image-guided surgery has revolutionized depth electrode implantation techniques. Stereoelectroencephalography (SEEG), introduced by Talairach in the 1950s, is an invasive method for three-dimensional analysis on the epileptogenic zone based on the technique of intracranial implantation of depth electrodes. The aim of this article is to discuss the principles of SEEG and their evolution from the Talairach era to the image-guided surgery of today, along with future prospects. Although the general principles of SEEG have remained intact over the years, the implantation of depth electrodes, i.e. the surgical technique that enables this method, has undergone tremendous evolution over the last three decades, due the advent of modern imaging techniques, computer systems and new stereotactic techniques. The use of robotic systems, the constant evolution of imaging and computing techniques and the use of depth electrodes together with microdialysis probes will open up enormous prospects for applying depth electrodes and SEEG both for investigative use and for therapeutic use. Brain stimulation of deep targets and the construction of smart electrodes may, in the near future, increase the need to use this method.
O advento das modernas técnicas de cirurgia guiadas por imagem revolucionaram a técnica de implantação dos eletrodos de profundidade (EP). A estereoeletroencefalografia (E-EEG), conforme introduzida na década de 50 por Talairach, é um método invasivo de análise tridimensional da zona epilpeptogênica, baseado na técnica de implantação intracraniana de EP. O objetivo deste artigo é discutir os princípios da E-EEG e sua evolução, desde a era Talairach até a era atual, da cirurgia guiada por imagem, e suas perspectivas futuras. Embora os princípios gerais da E-EEG tenham permanecidos intactos ao longo dos anos, a implantação de EP, que é a técnica cirúrgica que viabiliza este método, sofreu grande evolução ao longo das últimas três décadas devido ao advento das modernas técnicas de imagem, de sistemas de computação e das novas técnicas estereotáxicas. O uso de sistemas robotizados, a evolução constante das técnicas de imagem e computação e a utilização de EP com sondas para micro diálise associados a si, abre no futuro uma enorme perspectiva para a aplicação dos EP e da E-EEG, tanto para uso investigativo como terapêutico. A estimulação cerebral de alvos profundos e a fabricação de eletrodos inteligentes, poderão incrementar, num futuro próximo, a necessidade do uso deste método.
Descrição
Citação
Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 69, n. 4, p. 693-698, 2011.
Coleções