Processamento e recuperação sustentável e econômica de metal das escórias geradas na produção de alumínio e suas ligas com a eliminação da geração de salt cake

Imagem de Miniatura
Data
2022-07-28
Autores
Siqueira, Maria Victória [UNIFESP]
Orientadores
Reis, Danieli Aparecida [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O alumínio sendo o segundo metal mais utilizado no mundo e diferente de outros materiais, possui uma capacidade infinita de reciclagem sem que haja perda de suas características no processo de reaproveitamento. Durante os processos de produção do alumínio primário e secundário (reciclagem e refusão) ocorre a geração da escória, produto obtido através da reação química entre o alumínio líquido e o oxigênio presente. As escórias podem ser caracterizadas como “White dross” (escória branca) quando há um alto teor de alumínio contido, “Black dross” (escória preta) quando há um baixo teor de alumínio contido ou como “Salt cake” (borra salina) uma mistura composta de óxido de alumínio, alumínio metálico e uma grande quantidade de sais. A redução desses resíduos, além de minimizar os impactos ambientais provenientes da atividade industrial, impulsiona um estilo de produção mais sustentável e circular, resultando em ganhos tanto ambientais como econômicos. Nesse contexto, o processamento da escória durante a produção do alumínio foi abordado nesse trabalho, mais especificamente a eliminação do salt cake, que em decorrência de sua alta toxicidade é o principal causador de problemas ambientais. Portanto, o intuito deste estudo foi apresentar vias inteiramente sustentáveis de processamentos mecânicos das escórias, eliminando o salt cake, minimizando a geração de resíduos no processo e viabilizando o seu reaproveitamento através da transformação em alumina refratária em processo de desenvolvimento em plantas na Espanha. Nesta perspectiva, foi realizado um levantamento bibliográfico dos principais métodos de processamento das escórias. Diante disso, os resultados indicaram que a via mecânica do processamento das escórias é uma alternativa sustentável, econômica e viável que promove a economia circular e contribui com o conceito de produção com resíduo zero.
As the second most used metal in the world, aluminum, unlike other materials, has an infinite capacity for recycling, without losing its characteristics in the reuse process. During the primary and secondary aluminum processes (recycling and remelting), the dross is generated, a product obtained through the chemical reaction between the liquid aluminum and the oxygen present. Dross can be characterized as "White dross" when there is a high content of aluminum contained, "Black dross" when there is a low content of aluminum contained, or as "Salt cake" (salt dross) a mixture composed of aluminum oxide, metallic aluminum and a large number of salts. The reduction of this waste, in addition to minimizing the environmental impacts arising from industrial activity, promotes a more sustainable production style, resulting in both environmental and economic gains. In this context, the processing of dross during aluminum production will be addressed in this work, more specifically the elimination of the salt cake, which due to its high toxicity is the main cause of environmental problems. Therefore, the aim of this study is to present fully sustainable ways of mechanical processing of dross, eliminating the salt cake, minimizing the generation of waste in the process and enabling its reuse through the transformation into refractory alumina in the process of development in plants in Spain.In this perspective, a bibliographic survey of the main slag processing methods was carried out. Therefore, the results indicated that the mechanical way of processing slag is a sustainable, economic and viable alternative that promotes the circular economy and contributes to the concept of zero waste production.
Descrição
Citação