Estudo comparativo das anastomoses arteriais com fio absorvível e não absorvível em suínos em crescimento

Nenhuma Miniatura disponível
Data
1998-07-01
Autores
Kallás, Ibrahim Elias
Souza, Virgínio Cândido Tosta de
Gomes, Paulo de Oliveira [UNIFESP]
Kallás, Elias
Goldenberg, Saul [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
The aim of this study is to observe polypropylene and polyglactine 910 anastomosis, in growing pigs after twelve months. Sixteen female Landrace piglets were distributed into two groups : A and B. After being weighed, the animals underwent aorta abdominalis transversal section under arteria renalis dextra and sinistra, diameter measurement, and anastomosis in continuous suture with the above mentioned threads. One year later, the animals were euthanized and new measurement was performed. In both groups, it was noticed that heavier weights are related to bigger arterial diameters. An average body weight increase of 1027,5 % on group A and 1242,9 % on group B was observed. For statistics, use of WILCOXON and MANN-WHITNEY tests was made. Torn or intact polypropylene threads remained on arteries, protruding into the lumen. On group B, complete absorption occurred. It was concluded that polypropylene and polyglactine 910 threads allow arterial growing around end-to-end anastomosis area , on aorta abdominalis, in pigs.
O objetivo deste trabalho foi observar a evolução, após 12 meses, das artérias anastomosadas com polipropileno e com fios de poliglactina 910, nos suínos em fase de crescimento. A amostra foi composta por 16 fêmeas da raça Landrace, distribuídas em dois grupos : A e B. Os animais devidamente pesados, foram submetidos a secção transversal da aorta abdominalis, abaixo das arteriae renalis dextra et sinistra,que após a medida dos diâmetros internos foram anastomosadas com os fios correspondentes, mediante suturas contínuas. Após um ano os animais foram submetidos à eutanásia e novas medidas realizadas. Em ambos os grupos ficou evidenciado que pesos maiores estão relacionados a diâmetros maiores das artérias. Houve aumento médio de1027,5 % no peso final dos animais do grupo A e 1242,9 % nos animais do grupo B. Houve aumento médio de 98,6 % no diâmetro final das artérias dos animais do Grupo A e de 102,7% nas animais do grupo B. Para a análise estatística valeu-se dos testes de WILCOXON e MANN-WHITNEY, com cálculo de D %. Os fios de polipropileno permaneceram nas artérias dos animais do grupo A sendo identificados de duas formas: rotos ou em alça, mas sempre fazendo proeminência na luz arterial. Os fios de poliglactina 910 não foram identificados. Concluiu-se que o fios de polipropileno e de poliglactina 910 permitem o crescimento das artérias ao nível das anastomoses término-terminais na aorta abdominalis de suínos.
Descrição
Citação
Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 13, n. 3, p. -, 1998.
Coleções