Elaboração de algoritmos de prevenção de indivíduos com possível presença de depressão decorrente de deficiência visual

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2020-04-30
Autores
Choi, Stefano Neto Jai Hyun [UNIFESP]
Orientadores
Santos, Vagner Rogerio Dos [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado profissional
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objective: Develop a solution of Artificial Intelligence named Chatbot capable to apply a test of presence of depression on patients under ophthalmologic treatment for a best clinical monitoring. Methods: By using BLiP®, a prototype of Chatbot was developed introducing in it a social-demographic questionnaire used by the Psychobiology Department of UNIFESP and a test of diagnosis of presence of depression translated and validated in Brazil. After developing the prototype, it was tested by different forms, as functional, structural and validation tests, to ensure its functionality without involving human beings. Results: The prototype of Chatbot presented a great flow of conversation applying the test of presence of depression with reliably, showing that it is possible to apply on patients with depression symptoms when compared to the manual test application. Conclusion: The prototype developed will be a potential applier of the test of presence of depression to previously diagnose the patient, collecting and sending information to the medical team to attendance and interfere when necessary.
Objetivo: Desenvolver uma solução de Inteligência Artificial denominada Chatbot, capaz de aplicar um teste de presença de depressão em pacientes sob tratamento oftalmológico para melhorar o acompanhamento clínico. Métodos: Por meio do site BLiP®, desenvolveu-se um protótipo de Chatbot introduzindo neste um questionário sociodemográfico, utilizado pelo Departamento de Psicobiologia da UNIFESP, e um teste de diagnóstico de presença de depressão traduzido e validado no Brasil. Após o desenvolvimento do protótipo, este passou por diversos testes, como funcional, estrutural e de validação, para verificar sua funcionalidade, sem envolver seres humanos. Resultados: O protótipo de Chatbot apresentou um ótimo fluxo de conversação, aplicando de forma fidedigna o teste de presença de depressão, mostrando-se viável a sua aplicação em pacientes com sintomas depressivos, quando comparado ao teste manual. Conclusão: O protótipo desenvolvido poderá ser um potencial aplicador do teste de presença de depressão para definir um pré-diagnóstico do paciente, enviando as informações coletadas para a equipe médica poder acompanhar e, se necessário, intervir no tratamento do paciente.
Descrição
Citação