Show simple item record

dc.contributor.advisorBraga, Anna Rafaela Cavalcante [UNIFESP]
dc.contributor.authorBūrck, Monize [UNIFESP]
dc.coverage.spatialSão Paulopt_BR
dc.date.accessioned2022-07-13T11:40:55Z
dc.date.available2022-07-13T11:40:55Z
dc.date.issued2022-06-22
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/xmlui/handle/11600/64073
dc.description.abstractA Spirulina (Arthrospira platensis) é uma cianobactéria comumente consumida como alimento ou suplemento, que apresenta proteínas, ácidos graxos poli-insaturados e compostos bioativos denominados C-ficocianina (C-FC), aloficocianina e ficoeritrina. O composto bioativo predominante e de maior atividade antioxidante da Spirulina é a C-FC. Trata-se de uma ficobiliproteína hidrossolúvel e de coloração azul brilhante que pode ser usada como corante natural em alimentos. Este composto apresenta atividade antioxidante, uma vez que é capaz de interagir com espécies reativas de oxigênio, atuando assim na prevenção de vias patológicas, como inflamações, hepatopatias e câncer, dentre outras. A atividade antioxidante da C-FC depende da manutenção da sua estabilidade após a extração, pois exposição à luz, variações de temperatura e de pH aumentam sua susceptibilidade à degradação, sendo a aplicação da C-FC um desafio tecnológico para a indústria de alimentos. Tendo em vista o amplo consumo de gelados comestíveis, e sua temperatura de processamento e armazenamento, o objetivo deste trabalho foi desenvolver uma formulação de sorvete adicionada de C-FC como corante natural e adoçada com sacarose ou maltodextrina e determinar a capacidade antioxidante, estabilidade da cor e a bioacessibilidade in vitro. Visando o aproveitamento integral da cianobactéria, a biomassa residual (BR) após a extração de C-FC também foi adicionada em sorvete para comparação dos resultados. Ambas as formulações apresentaram estabilidade da cor durante os seis meses de análise e apresentaram atividade antioxidante. A atividade antioxidante, expressa em equivalentes de Trolox, sofreu um aumento de 2,68 vezes no sorvete contendo sacarose e C-FC, e 2,48 vezes no sorvete com sacarose e BR após digestão in vitro (41,3 ± 12,6 e 38,0 ±14,3) respectivamente, demonstrando seu potencial efeito biológico na saúde humana.pt_BR
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)pt_BR
dc.format.extent123 f.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso restritopt_BR
dc.subjectC-ficocianinapt_BR
dc.subjectEfeitos biológicospt_BR
dc.subjectEstabilidade de corpt_BR
dc.subjectTecnologia de alimentospt_BR
dc.subjectDesenvolvimento de produtos alimentíciospt_BR
dc.titleDesenvolvimento de sorvete adicionado de pigmentos extraídos de Spirulina: avaliação dos parâmetros de cor, bioacessibilidade e atividade antioxidantept_BR
dc.title.alternativeDevelopment of ice cream added with pigments extracted from Spirulina: evaluation of color parameters, bioaccessibility and antioxidant activityen
dc.typeDissertação de mestradopt_BR
dc.description.sponsorshipID001pt_BR
dc.description.sponsorshipID2020/06732-7pt_BR
unifesp.campusEscola Paulista de Medicina (EPM)pt_BR
unifesp.graduateProgramNutriçãopt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2352796433729253pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1145965338858435pt_BR
dc.contributor.advisor-coMurador, Daniella Carisa [UNIFESP]
dc.contributor.advisor-coLatteshttp://lattes.cnpq.br/9588756359521098pt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record