Efeito antimetastático do inibidor de protease Enterolobium contortisiliquum Trypsin Inhibitor (EcTI)

Imagem de Miniatura
Data
2021-10-27
Autores
Carvalho Neto, José Carlos Sá de [UNIFESP]
Orientadores
Oliva, Maria Luiza Vilela [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O câncer melanoma é uma doença preocupante no cenário epidemiológico, visto que sua incidência se expande anualmente. Trata-se de um tumor de origem neuroectodérmica que apresenta um caráter extremamente agressivo e com alto potencial metastático. Diante do exposto e baseado na extensa literatura sobre as funções desempenhadas por proteases no progresso tumoral, esta pesquisa visou investigar o efeito antimetastático do inibidor de protease EcTI (Enterolobium contortisiliquum trypsin inhibitor), através do modelo experimental de melanoma metastático murino (B16F10-Nex2). O EcTI foi purificado de sementes de Enterolobium contortisiliquum, que é uma árvore comumente encontrada em domínios de mata atlântica e cerrado. Os resultados indicam que o tratamento contínuo com EcTI por um período de 15 dias, utilizando-se doses de 4 mg/kg/animal, foi capaz de reduzir em média 60% o número de nódulos pulmonares quando comparado ao controle (NaCl 0,9%). Já na dose de 8 mg/kg/animal pelo mesmo período, o inibidor de protease foi capaz de impedir em média de 80% o desenvolvimento de nódulos pulmonares também em comparação ao controle (NaCl 0,9%). Além do mais, a massa dos animais não foi alterada significativamente durante a terapia com o inibidor EcTI. Por outro lado, a cisplatina – quimioterápico comercial - apresentou uma redução média de 90% o número de nódulos metastáticos em comparação ao controle (NaCl 0,9%) com drásticas mudanças na massa dos animais tratados. Os níveis de citocinas plasmáticas (IL-6, IL-10, Eotaxina, IFN-gama, TNF-alfa) e óxido nítrico (NO) foram dosados. A dosagem de citocinas não apresentou tantas diferenças significativas que pudessem explicar a ação antitumoral. Por outro lado, foi possível estabelecer a correlação da potente ação antitumoral do inibidor EcTI pela redução do número de nódulos metastáticos com uma considerável diminuição nos níveis de NO nos animais tratados. Desse modo, em consonância com outras pesquisas realizadas pelo Laboratório de Química e Função de Proteínas, o inibidor de protease EcTI demonstrou potente propriedades terapêuticas, isto é, ações antitumorais e anti- inflamatórias.
Melanoma cancer is a highly worrying disease in the epidemiological scenery, as its incidence expands annually. It is a tumor of neuroectodermal origin that presents an extremely aggressive cancer with high metastatic potential. Given the above and based on the extensive literature on the roles played by proteases in tumor progression, this research aimed to investigate the anti-metastatic effect of the protease inhibitor EcTI (Enterolobium contortisiliquum trypsin inhibitor), through the experimental model of murine metastatic melanoma with cells B16F10-Nex2. The protease inhibitor EcTI was purified from seeds Enterolobium contortisiliquum, which is a tree commonly found in Atlantic forest and Cerrado biomes. The results obtained indicated that continuous treatment with EcTI for 15 days, using doses of 4 mg/kg/animal, was able to reduce on average 60% the number of pulmonary nodules when compared to the control (NaCl 0.9%). At a dose of 8 mg/kg/animal for the same period, the EcTI was able to prevent on average 80% of the development of pulmonary nodules also compared to the control (NaCl 0.9%). Furthermore, treatment with the inhibitor protease EcTI did not significantly alter the mass of the animals during the therapy. On the other hand, cisplatin – commercial chemotherapeutic – showed an average reduction of 90% in the number of metastatic nodules compared to the control (NaCl 0.9%) with a drastic reduction in the mass of the treated animals. The levels of plasma cytokines (IL-6, IL-10, Eotaxina, IFN-gamma, TNF-alfa), and nitric oxide (NO) were measured. It was possible to conceive a potent antitumor action of EcTI inhibitor on reducing the number of metastatic nodules together with a considerable decrease in NO levels in treated animals. Thus, corroborating with other researches carried out by the Laboratory of Chemistry and Protein Function, the protease inhibitor EcTI demonstrated its potent therapeutic properties, that is, antitumor and anti-inflammatory actions.
Descrição
Citação