Ruído em consultórios odontológicos pode produzir perda auditiva?

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2011-03-01
Autores
Lourenço, Edmir Américo [UNIFESP]
Berto, Janaína Medina Da Rocha
Duarte, Sávio Butignolli
Greco, João Paulo Martins
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
INTRODUCTION: The sensorial hearing loss and irreversible noise induced is the major evitable occupational cause of hearing loss worldwide. The dentists are health professionals exposed to noises from equipment in their clinics and may suffer hearing losses. OBJECTIVE: Measure the noise intensities emitted by the high rotation motors (mar) used in public and private dental clinics, check whether they are harmful for the human ear and compare the results obtained in such services. METHOD: Serial, retrospective study with measures of the noise intensities in dBNA with a decibelimeter Minipa MSL-1352C, USA, in four dental clinics of the public service and four private clinics in Jundiaí-SP, initially from the basal environment noise in each clinic, during five minutes and then from the noise emitted by the high rotation motor (mar) in operation during five minutes to obtain the averages. RESULTS: Public clinics: 1)basal medium=56.4dB;mar=77.2dB. 2)basal medium=61.7dB;mar=73.7dB. 3)basal medium=61.07dB;mar=75.04dB. 4)basal medium=63.6dB;mar=77.3dB. Private clinics: 1)basal medium=60,7dB;mar=79,1dB.2)basal=60,7dB;mar=83,1dB.3)basal=58,4dB;mar=75,5dB.4)basal=63dB;mar=76dB. CONCLUSION: The intensities measured of noise emitted by high rotation motors used in public and private dental clinics are below the limits harmful to the auditory health. In the public service, the basal medium noise intensity is higher than that of the private clinics, however the one of the high rotation motors is higher in the private clinics.
INTRODUÇÃO: A perda auditiva sensorial e irreversível induzida por ruído é a maior causa ocupacional evitável de perda auditiva no mundo. Os dentistas são profissionais da saúde expostos a ruídos provenientes dos equipamentos em seus consultórios e podem sofrer perdas auditivas. OBJETIVO: Medir intensidades de ruído emitidas pelos motores de alta rotação (mar) utilizados em consultórios odontológicos públicos e privados, verificar se são lesivas para a orelha humana e comparar os resultados obtidos entre estes serviços. MÉTODO: Estudo de série, prospectivo, com medidas das intensidades de ruído em dBNA com um decibelímetro Minipa MSL-1352C, USA em quatro consultórios odontológicos do serviço público e quatro particulares em Jundiaí-SP, inicialmente do ruído ambiental basal em cada consultório, durante cinco minutos e depois, do ruído emitido pelo motor de alta rotação(mar) em funcionamento durante cinco minutos para obter-se as médias. RESULTADOS: Públicos: 1) basal=56,4dB; mar=77,2dB. 2) basal=61,7dB; mar=73,7dB. 3) basal=61,07dB; mar=75,04dB. 4) basal=63,6dB; mar=77,3dB. Particulares: 1) basal=60,7dB; mar=79,1dB. 2) basal=60,7dB; mar=83,1dB. 3)basal=58,4dB; mar=75,5dB. 4)basal=63dB; mar=76dB. CONCLUSÕES: As intensidades aferidas de ruído emitido por motores de alta rotação utilizados em consultórios odontológicos públicos e privados encontram-se abaixo dos limites nocivos à saúde auditiva. No serviço público, a intensidade de ruído basal é superior à dos consultórios particulares, contudo a dos motores de alta rotação é maior nos consultórios particulares.
Descrição
Citação
Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia. Fundação Otorrinolaringologia, v. 15, n. 1, p. 84-88, 2011.
Coleções