Alfabetização na educação angolana: a construção do homem novo no manual escolar

Imagem de Miniatura
Data
2022-02-15
Autores
Souza, Samira Stella da Silva
Orientadores
Santos, Patricia Teixeira
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O processo de independência de Angola (1975) contou com projetos de nação e nacionalidade que perpassaram questões étnicas, raciais e sociais. Entre eles destacou-se o projeto do MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola), que ao realizar a independência teve na educação uma das bases de formação e estruturação da nacionalidade através da construção de uma identidade nacional. Tratamos sobre a alfabetização na recente República Popular de Angola focando nos conceitos de identidade nacional e comunidade imaginada. Nosso foco foi compreender de que forma a identidade angolana foi construída na área da educação a partir do ensino da língua portuguesa e da idealização de uma identidade chamada homem novo neste contexto inicial de independência em relação ao colonizador. Para isso realizamos uma análise discursiva e iconográfica do manual de alfabetização e do guia de alfabetização, instrumentos de mediação do processo de aprendizagem mas também portadores de representações e discursos sobre relações sociais, políticas e econômicas estabelecidas.
Descrição
Citação
Coleções