Vidas Silenciadas: Determinações de gênero em processos genocidários a partir do encontro dos genocides studies com os enfoques feministas na Teoria das Relações Internacionais.

Imagem de Miniatura
Data
2021
Autores
Correia, Amanda Pires [UNIFESP]
Orientadores
Zagni, Rodrigo Medina [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O tema está centrado no fenômeno da violência de gênero em processos genocidários, e como nestes homens e mulheres vivem experiências diferentes devido às concepções de gênero estereotipadas partilhadas nas mentalidades. Em um cenário de conflito em que a violência é empregada de forma acirrada e pela via armada, as violações contra as mulheres são engendradas de uma maneira mais elevada. O estupro, por exemplo, é uma violação comumente perpetrada contra o gênero feminino. Nessa perspectiva, a pesquisa tem como objetivo geral dar luz a questão de gênero em contextos de genocídio, utilizando-se dos genocides studies e da teoria feminista das Relações Internacionais de maneira complementar. Sendo os objetivos específicos: verificar se a assimetria das relações entre os sexos tem reflexo nas ações de violências perpetradas contra homens e mulheres; compor um aporte teórico respaldado nas novas abordagens dos genocides studies e dos estudos de gênero na Teoria das Relações Internacionais; compreender as diferentes experiências e consequências para as vítimas do sexo masculino e as do sexo feminino, a partir da análise dos símbolos sócias em torno do gênero.
The theme is centered on the phenomenon of gender violence in genocidal processes, and how these men and women live different experiences due to stereotyped gender conceptions shared in mentalities. In a scenario of conflict in which violence is used in a fierce way and through armed means, violations against women are engendered at a higher level. Rape, for example, is a violation commonly perpetrated against the female gender. From this perspective, the general objective of the research is to shed light on the issue of gender in contexts of genocide, using genocides studies and the feminist theory of International Relations in a complementary way. The specific objectives are: to verify if the asymmetry of the relations between the sexes is reflected in the actions of violence perpetrated against men and women; compose a theoretical contribution based on new approaches to genocide studies and gender studies in the Theory of International Relations; understand the different experiences and consequences for male and female victims, based on the analysis of social symbols around gender.
Descrição
Citação