Show simple item record

dc.contributor.advisorLemes, Ana Paula [UNIFESP]
dc.contributor.authorMoraes, João Victor Campos Alves [UNIFESP]
dc.coverage.spatialSão José dos Campos, SPpt_BR
dc.date.accessioned2022-03-03T11:24:08Z
dc.date.available2022-03-03T11:24:08Z
dc.date.issued2020-09-30
dc.identifier.citationCampos Alves Moraes, João Victor. LEVANTAMENTO E COMPARAÇÃO ENTRE AS NORMAS ASTM E ARTIGOS UTILIZADAS PARA AVALIAR A BIODEGRADAÇÃO DE MATERIAIS POLIMÉRICOS/ João Victor Campos Alves Moraes Orientador(a) Ana Paula Lemes; Coorientador(a) Larissa Stieven Montagna - São José dos Campos, 2020. 112p.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/xmlui/handle/11600/63269
dc.description.abstractInúmeros fatores como, a poluição causada por materiais poliméricos não biodegradáveis descartados de forma incorreta no meio ambiente, o grande volume de dióxido de carbono (CO2) liberado em sua incineração, o rápido esgotamento de aterros sanitários causados pelo seu grande volume e dificuldade de compactação e a inviabilidade de reciclagem em alguns casos, têm impulsionado o desenvolvimento e utilização de polímeros biodegradáveis. No entanto, para ser classificado como biodegradável, o polímero precisa ser certificado por meio de normas que atestem o seu comportamento de biodegradação. As normas para metodologia científica são de extrema importância, já que validam resultados internacionalmente, principalmente as normas desenvolvidas pela ASTM (American Society for Testing and Materials). Dessa forma, neste trabalho foi realizado um levantamento e revisão de normas ASTM utilizadas para certificar a biodegradabilidade de polímeros. Juntamente com um levantamento dos artigos científicos, nacionais e internacionais, que utilizam essas normas, ou variações delas, para o estudo da biodegradação de polímeros, compósitos, nanocompósitos, blendas e demais materiais poliméricos. Assim, pode-se agregar o total de 12 normas e identificar que elas se dispõem a tratar do grau, ou taxa de biodegradação, com uma abordagem quantitativa da metodologia com a intenção de obter a capacidade de biodegradação dos polímeros em diversos ambientes de biodegradação por meio do cálculo da porcentagem de conversão de carbono, porém há exceções a essas características, normas que atuam qualitativamente, como a norma ASTM D6400, uma norma de especificação para rotulagem de plásticos projetados para compostagem aeróbica em instalações municipais ou industriais, que trata de qualitativa de um polímero como biodegradável, que obteve com 1071 citações totais na base de dados do Google Scholarpt_BR
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamentopt_BR
dc.format.extent113 f.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectBiodegradação de polímerospt_BR
dc.subjectAvaliação da biodegradaçãopt_BR
dc.subjectNormas ASTMpt_BR
dc.titleLevantamento e comparação entre as normas ASTM e artigos utilizadas para avaliar a biodegradação de materiais poliméricospt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de curso de graduaçãopt_BR
unifesp.campusInstituto de Ciência e Tecnologia (ICT)pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5740640827541025pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/4529102387970131pt_BR
dc.contributor.advisor-coMontagna, Larissa Stieven [UNIFESP]
dc.contributor.advisor-coLatteshttp://lattes.cnpq.br/6872952353977748pt_BR
unifesp.graduacaoEngenharia de Materiaispt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record