Caracterização de genomas virais recuperados do canal de São Vicente

Imagem de Miniatura
Data
2022
Autores
Castro, Júlia Couto Pitta de [UNIFESP]
Orientadores
Gregoracci, Gustavo Bueno [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O presente estudo avaliou os cinco genomas virais mais abundantes recuperados do Canal Estuarino de São Vicente, próximo às palafitas, buscando expor parte da grande problemática relacionada às moradias na região, além de tentar identificar possíveis relações entre as condições ambientais e as características genéticas dos bacteriófagos. Foram observados alinhamentos com sequências bacterianas frequentemente encontradas no microbioma intestinal humano, o que pode estar relacionado à liberação de esgoto não tratado na região e pode sugerir a presença de bactérias patogênicas. Também foi notado que os bacteriófagos estudados podem influenciar processos biogeoquímicos, além de possivelmente mediarem processos regionais importantes, como a liberação de toxinas por cianobactérias. Por fim, destaca-se que a ocupação residencial de Áreas de Proteção Permanente como manguezais pode representar uma ameaça à saúde, aos recursos hídricos, ao solo, à biodiversidade, à paisagem e ao bem estar das populações humanas e que medidas de regularização fundiária são necessárias para casos como este
Descrição
Citação
CASTRO, Júlia Couto Pitta de. Caracterização de genomas virais recuperados do canal de São Vicente. 2022. 35 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia do Mar) - Instituto do Mar, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2022.