Origem social e campo educacional: estudo sobre aspectos da prática docente de professoras de creche

Imagem de Miniatura
Data
2021-12-15
Autores
Silva, Jessica Blasques da
Orientadores
Penna, Marieta Gouvêa de Oliveira
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Este estudo encontra-se inserido no debate referente à prática e à formação de professores de educação infantil, especificamente no que tange à compreensão ampliada dessas duas instâncias que envolvem o trabalho docente. Tem por objetivo geral verificar valores e disposições incorporados em processos formativos não formais vivenciados nas trajetórias pessoal e profissional que se manifestam em facetas da prática pedagógica de professoras em exercício docente na creche. Parte-se do pressuposto que tais disposições para ação que orientam o trabalho na primeira etapa da educação básica estão diretamente relacionadas às experiências sociais vivenciadas conforme a origem social e o campo educacional, de acordo com as condições objetivas e regularidades que permeiam ambas as condições. Como objetivos específicos almejou-se i) investigar a trajetória social das professoras de educação infantil em exercício docente na creche, ii) apreender as formas como as professoras compreendem a prática pedagógica no trabalho com crianças de zero a três anos, iii) verificar valores e disposições que mobilizam as professoras em suas práticas docentes e que são referidos à origem social e ao campo educacional, iv) verificar o modo como as condições objetivas, referidas à origem social contribuem na elaboração de valores e disposições que orientam o exercício docente com crianças de zero a três anos v) verificar o modo como as condições objetivas, referidas ao campo educacional contribuem na elaboração de valores e disposições que orientam o exercício docente com crianças de zero a três anos. Trata-se de pesquisa com abordagem qualitativa, realizada por meio de entrevistas semiestruturadas e aplicação de questionário complementar com quatro professoras de educação infantil da rede municipal de Guarulhos em duas creches, buscando investigar em cada uma dessas, uma dupla composta por uma professora com maior tempo de exercício e uma professora com ingresso mais recente na rede municipal de ensino. Foram mobilizados como referencial teórico os conceitos de habitus e campo, elaborados por Pierre Bourdieu (2003, 2011, 2015, 2019); a concepção de prática educativa formulada por Sacristán (1999); além das considerações de Rosemberg (2016), Cerisara (2002), Bujes (2001, 2002), Barbosa (2006) e Kuhlmann Jr. (1998), entre outros, referentes à creche. Mediante aos dados coletados foi possível evidenciar que as práticas docentes das professoras investigadas se encontram diretamente relacionadas às condições objetivas que permeiam suas trajetórias, condições essas referentes principalmente à profissão docente e ao espaço em que exercem o magistério, qual seja, o campo educacional e a creche. As análises permitiram evidenciar aspectos das implicações do campo educacional e de uma cultura escolar que se consolida e se impõe à educação infantil e à creche, além de elementos relacionados a valores atinentes ao histórico assistencialista nessa etapa da escolarização, relacionados principalmente ao trabalho materno, o que contribui para que seja reconhecido como um trabalho desvalorizado. Nesta perspectiva, notou-se que as professoras, dentre outros aspectos, agem nas creches a partir de valores sedimentados no campo educacional, ao mesmo tempo em que se utilizam de referências e valores atinentes às suas origens sociais.
The study is inserted in the debate of practice and training of nursery teachers, specifically about the expanded understanding of these two process that involve the teaching work. The overall objective is to investigate the values and dispositions learned by teachers in non-formal training processes experienced in personal and professional trajectories which are manifested in the pedagogical practice of nursery teachers. It is assumed that such dispositions for action that guide work in the first stage of basic education are directly related to social experiences lived according to social origin and educational field, according to the objective conditions and regularities that permeate both conditions. As specific objectives, it is aimed to i) investigate the social trajectory of nursery teachers, ii) learn the ways in which teachers understand the pedagogical practice in working with children from zero to three years old, iii) verify values and dispositions who mobilize as teachers in their teaching practices and who are refined to the social origin and the educational field, iv) verify how the objective conditions of the social origin contribute to the preparation of values and dispositions that guide the teaching exercise with children of zero to three years v) to verify how the objective conditions, affirms to the educational field, contribute to the preparation of values and dispositions that guide the teaching exercise with children from zero to three years old. This is a research with a qualitative approach, carried out through semi-structured interviews and application of a complementary questionnaire with four nursery teachers from Guarulhos in two nurseries, seeking to investigate in each of these, a pair composed of a teacher with a higher level exercise time and a teacher with more recent admission to the municipal education system. The concepts of habitus and field, elaborated by Pierre Bourdieu (2003, 2011, 2015, 2019) were used as a theoretical framework; the conception of educational practice formulated by Sacristán (1999); in addition to the considerations of Rosemberg (2016), Cerisara (2002), Bujes (2001, 2002), Barbosa (2006) and Kuhlmann Jr. (1998), among others, regarding the nursery. Through the collected data, it was possible to show that the teaching practices of the investigated teachers are directly related to the objective conditions that permeate their trajectories, conditions that refer mainly to the teaching profession and the space in which they exercise teaching, that is, the educational field and the nursery. The analyzes made it possible to highlight the aspects of the educational field and a school culture that consolidates and imposes itself on early childhood education and day care, as well as elements related to values related to the welfare background at this stage of schooling, mainly related to maternal work, the which contributes to its being recognized as undervalued work. In this perspective, it was noted that teachers, among other aspects, act in day care centers based on values established in the educational field, while at the same time using references and values related to their social origins.
Descrição
Citação