Trabalho remoto com crianças na Educação Infantil: desafios e possibilidades em tempos de pandemia

Imagem de Miniatura
Data
2021-09-30
Autores
Teixeira, Bianca Rafaela Mattos [UNIFESP]
Orientadores
Carvalho, Maria de Fátima [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Este estudo situa-se no campo das investigações sobre o trabalho com crianças de 5-6 anos na educação infantil, abordando o impacto da crise sanitária relacionada à pandemia por Covid-19 sobre os contextos educacionais. Pesquisa desafios e possibilidades de desenvolvimento de trabalho remoto com crianças no enfrentamento do isolamento durante o período de confinamento social. Registra e discute condições e modos de organização de trabalho desenvolvido remotamente, em ambiência virtual, no segundo semestre de 2020 com um grupo constituído por professora (que é também a pesquisadora) e 23 crianças com idades de 5-6 anos, incluindo uma criança com Síndrome de Down, em escola de educação infantil da rede pública do município de São Caetano do Sul (SP). O trabalho, uma pesquisa em abordagem qualitativa, foi desenvolvido por meio da observação participante dos encontros do grupo (professora, crianças e familiares) e da realização de questionário e entrevistas com familiares das crianças. Os dados reúnem um conjunto de registros fotográficos e em áudio e vídeo e o material produzido em questionários e entrevistas. A pesquisa tem como aporte teórico a Psicologia histórico-cultural e centra-se nas contribuições de Lev Vigotski, em especial em suas reflexões sobre situação social de desenvolvimento, o desenvolvimento da criança pequena e o papel mediador do outro e da linguagem - instrumentos e signos nas relações de ensino. Esta abordagem orienta a investigação por meio do registro e análise dos processos relacionais implicados no desenvolvimento de propostas e estratégias que objetivam a manutenção de vínculos e a participação das crianças, seu acolhimento e inclusão, em contexto não presencial, no uso de tecnologias digitais de comunicação e informação (TDIC). As análises ressaltam o papel mediador das famílias e o acesso às TDIC como condições constitutivas de realização do trabalho remoto com as crianças, de manutenção dos vínculos com a escola e de construção de possibilidades e limites de sua participação. Evidenciam limites, desafios e contradições implicados no trabalho pedagógico tanto quanto seu caráter potencializador de interações, brincadeiras, imaginação e aprendizados nas relações virtuais.
This study is located in the field of investigations about the work with children aged 5-6 years in early childhood education, addressing the impact of the health crisis related to the Covid-19 pandemic on educational contexts. Researches the challenges and possibilities of remote work development with children in facing of isolation during the period of social confinement. Registers and discusses conditions and ways of organizing work carried out remotely, in a virtual environment, in the second half of 2020 with a group consisting of a teacher (who is also the researcher) and 23 children aged 5-6 years, including a child with Down syndrome in a public kindergarten school in the city of São Caetano do Sul (SP). The work, a research with a qualitative approach, was developed through participant observation of the group meetings (teacher, children and family members) and through a questionnaire and interviews with the children's family members. The data brings together a set of photographic and audio and video records and the material produced in questionnaires and interviews. The research has as theoretical support the historical-cultural Psychology and focuses on the contributions of Lev Vigotski, in particular in his reflections on the social situation of development, the development of the young child and the mediating role of the other and of language - instruments and signs in teaching relationships. This approach guides the investigation through the recording and analysis of the relational processes involved in the development of proposals and strategies that aim to maintain bonds and the participation of children, their reception and inclusion, in a non-presential context, in the use of Digital information and communication technologies (TDIC). The analyzes highlight the mediating role of families and access to TDIC as constitutive conditions for carrying out remote work with children, maintaining ties with the school and building possibilities and limits for their participation.They evidence limits, challenges and contradictions involved in virtual relationships as well as their potential for interactions, games, imagination and learning.
Descrição
Citação
Teixeira, Bianca Rafaela Mattos. Trabalho remoto com crianças na Educação Infantil: desafios e possibilidades em tempos de pandemia. 2021. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Educação e Saúde na Infância e na Adolescência, Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP, Guarulhos, 2021.