Estudo de caso controle para avaliar o impacto do abuso sexual infantil nos transtornos alimentares

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2011-01-01
Autores
Paraventi, Felipe [UNIFESP]
Claudino, Angélica de Medeiros [UNIFESP]
Morgan, Christina Marcondes [UNIFESP]
Mari, Jair de Jesus [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
BACKGROUND: The aim of this study is to evaluate if exposure to childhood sexual abuse (CSA) is related with eating disorders in adult life. METHODS: A case-control study was performed comparing women with diagnoses of eating disorders - from PROATA (acronym in Portuguese meaning Eating Disorders Program) of Federal University of São Paulo - and non-psychiatric clinic patients as control group at Ophthalmology Centre. RESULTS: The prevalence of CSA for binge-eating disorder was 43.7%, whilst in the control group it was 27.3% (OR = 2.1; CI 95% = 0.5- 8.1). The prevalence of CSA for bulimia nervosa was 26.7% and, 27% in control group (OR = 0.99; CI 95% = 0.24-4.1). The prevalence of CSA in anorexia nervosa was 50%, whilst in control group it was 14.8% (OR = 5.8; CI 95% = 1.3- 25.6; p < 0.05). Taking into account only the history of two or more CSA episodes, those patients with anorexia nervosa had 35.7% CSA prevalence, and 3.7% in control group (OR = 14.4; CI 95% = 1.5-140.8; p < 0.05). CONCLUSION: This study has shown a strong association between anorexia nervosa and childhood sexual abuse.
CONTEXTO: O objetivo deste estudo foi investigar se antecedente de abuso sexual na infância (ASI) está associado com transtornos alimentares na vida adulta. MÉTODOS: Realizou-se um estudo de caso controle (N = 120) comparando mulheres com transtornos alimentares tratadas em ambulatório universitário especializado com um grupo controle de pacientes de clínica não psiquiátrica (ambulatório de oftalmologia). RESULTADOS: Este estudo encontrou maior prevalência de ASI na anorexia nervosa (AN) comparada ao grupo controle (50% versus 14,8%; OR = 5,8 IC 95% = 1,3-25,6; p < 0,05), entretanto não identificou diferença estatística entre os grupos comparando com casos de bulimia nervosa (BN) (26,7% versus 27% no grupo controle; OR = 0,99; IC 95% = 0,24-4,1) e com transtorno de compulsão alimentar periódica (TCAP), apesar da maior prevalência de ASI observada neste último em relação ao grupo controle (43,7% versus 27,3%; OR = 2,1 IC 95% = 0,5- 8,1). Considerando-se a presença de dois ou mais episódios de ASI, observou-se também maior prevalência em AN (35,7% versus 3,7% nos controles; OR = 14,4 IC 95% = 1,5-140,8; p < 0,05). CONCLUSÃO: Este estudo mostrou forte associação da anorexia nervosa com antecedentes de abuso sexual na infância.
Descrição
Citação
PARAVENTI, Felipe et al . Estudo de caso controle para avaliar o impacto do abuso sexual infantil nos transtornos alimentares. Rev. psiquiatr. clín., São Paulo , v. 38, n. 6, p. 222-226, 2011
Coleções